Julgamento do homem acusado de matar mulher à martelada em Ribeira de Julião marcado para a próxima semana

10/06/2020 00:05 - Modificado em 10/06/2020 00:05
| Comentários fechados em Julgamento do homem acusado de matar mulher à martelada em Ribeira de Julião marcado para a próxima semana

O Tribunal da Comarca de São Vicente procede na próxima semana, terça-feira, 16 junho ao julgamento do pedreiro que assassinou a mulher, no fim de semana de Páscoa do ano passado.

O crime ocorreu em abril de 2019.  Lígia de Cruz deixou para trás quatro filhos.

Em prisão preventiva há mais de um ano, desde abril 2019, o homem de 33 anos está acusado de assassinar a companheira de 40 anos, na tarde de 20 abril, com “golpes de martelo na cabeça”, tendo esta falecido no local.

O homem, pedreiro de profissão, confesso autor do crime, entregou-se às autoridades policiais e aguarda o julgamento na Cadeia de Ribeirinha, após ter sido acusado de assassinar a companheira, no complexo Casa para Todos em Ribeira de Julião.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.