Clubes de Santo Antão Norte unanimes: Não existem condições de retoma dos jogos a nível regional

9/06/2020 23:34 - Modificado em 9/06/2020 23:34
| Comentários fechados em Clubes de Santo Antão Norte unanimes: Não existem condições de retoma dos jogos a nível regional

“Damos a época futebolística por terminada, faltando discutir em que moldes vamos ficar em relação à classificação e como proceder para a época 2020/2021”.

 “Na nossa região, matematicamente já tínhamos um vencedor do campeonato”.

A Associação de Futebol da Região Norte de Santo Antão, diz que após a decisão da Federação Cabo-verdiana de Futebol, através de uma deliberação, onde deixa tudo em aberto e passando a responsabilidade para as Associações para tomarem, junto dos seus associados, a melhor posição que assim entenderem, as associações e clubes mostram-se desapontados com esta situação.

Segundo os dirigentes desta região desportiva de Santo Antão, tendo em conta que a situação epidemiológica no país, o governo, através do Ministério do Desporto, em sintonia com a Instituto Nacional de Saúde Pública, comunicou às Associações  para cancelarem a época desportiva 2019/2020, isto no dia 9 de maio 2020.

“O Ministério do Desporto (MD), no dia 18 março do corrente ano, propôs as Federações Cabo-verdianas a suspensão de todas as competições desportivas no país para um período de três semanas e estas, acautelando a saúde pública, deram indicações às Associações para a suspensão das atividades”, escreve a Associação de Futebol da Região Norte de Santo Antão na sua página oficial do Facebock.

Alegam que desde a referida data, até ao dia 1 junho, as Associações estavam preocupados em como iriam terminar as competições, uma vez que foi decretado o cancelamento da época, como sabem, tem várias definições entre eles, anular, sem efeito e terminado.

Portanto consideram que esta deliberação deixou-os “um pouco desapontados tendo em conta todo esse tempo de espera, criando expectativas nos clubes e nos atletas, uma decisão que as Associações poderiam ter tomado há muito tempo, sabendo estas que as competências da organização da competição regional são da sua tutela, mas a situação de cancelar a época pelo meio, não está previsto nos Regulamentos da FCF e nem de qualquer Associação”.

“Neste sentido, nós, os Presidentes das Associações Regionais de Futebol, já propomos uma reunião de Assembleia Geral Extraordinária, ao abrigo do nº 2 do artigo 24º do Estatuto da FCF, para discutirmos a situação e propor uma deliberação conjunta em relação ao desfecho da época desportiva”.

Diz que no dia 8 junho “tivemos um encontro com os clubes para analisar a situação e todos estão de acordo que não existem condições de retoma dos jogos a nível regional, quer financeiro quer organizativo, porque os atletas estão dispersos e vir retomar a prova agora, fisicamente e psicologicamente não estarão dispostos a correm esse risco de contágio, uma vez que não há como fazer um controlo sanitário rigoroso”.

Comunica ainda que a época desportiva 2019/2020, com a decisão pronunciada pelo primeiro-ministro de Cabo Verde que os jogos coletivos só serão retomados a partir do dia 31 outubro do corrente ano, levando em consideração aumento de casos no país e a mobilidade das pessoas entre as ilhas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.