Morte de Giovani Rodrigues: Polícia Judiciária de Portugal detém mais três suspeitos

8/06/2020 12:47 - Modificado em 8/06/2020 12:47
| Comentários fechados em Morte de Giovani Rodrigues: Polícia Judiciária de Portugal detém mais três suspeitos

A Polícia Judiciária (PJ) portuguesa deteve três homens suspeitos de estarem envolvidos na morte do jovem Luís Giovani Rodrigues e que causou indignação como o processo foi conduzido.

Os recentes detidos, com idades entre os 24 e os 32 anos, serão “presentes às autoridades judiciárias competentes para interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação tidas por adequadas” esclarece em comunicado a PJ de Portugal.

Segundo comunicado da polícia de investigação, “após diligências de investigação que se vêm realizando desde o conhecimento da morte, no dia 31 de Dezembro de 2019, do jovem estudante Luís Giovani Rodrigues, procedeu-se à detenção de mais três homens suspeitos de estarem envolvidos nos acontecimentos que determinaram a morte daquele”.

De recordar que o estudante Luís Giovani Rodrigues, de 21 anos, morreu no último dia de 2019, na sequência de uma violenta agressão à saída de uma discoteca em Bragança, na noite de 20 de Dezembro..

No passado dia 16 de Janeiro, a PJ tinha já detido cinco homens, com idades entre os 22 e os 35 anos, suspeitos do homicídio qualificado do jovem cabo-verdiano. À data, a investigação das autoridades concluiu que os suspeitos da morte de Giovani não terão agido por ódio racial, mas na sequência de um desentendimento no interior de uma discoteca.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.