SINDPROF alerta o Ministério da Educação para ter atenção na efetivação da transição do nível dos professores

3/06/2020 13:21 - Modificado em 3/06/2020 13:21
| Comentários fechados em SINDPROF alerta o Ministério da Educação para ter atenção na efetivação da transição do nível dos professores

O Sindicato Democrático dos Professores (SINDPROF), pediu hoje ao Ministério da Educação para ter atenção para o caso dos professores que estão sendo afetados com a não transição de nível, como emana os estatutos do Pessoal Docente, de 2015.

O alerta chega através de uma publicação da sua página do Facebook, onde o SINDPROF aclara que existem professores com nível 8, que já deveriam ter sido efetivados para o nível 9 A, isto conforme o Estatuto do Pessoal Docente de Cabo Verde.

“Atuais professores do Ensino Secundário habilitados com curso superior, que confere grau mínimo de licenciatura sem a componente pedagógica para o exercício da docência, que completem até 31 de Dezembro de 2019, 5 (cinco) anos de experiência em atividade e avaliação de desempenho mínima de bom, transitam para o cargo de professor do ensino secundário, nível I, logo que perfizerem o número de anos exigidos” salienta a mesma fonte invocando o que diz o artigo 3º, número 2 do estatuto.

Nisto, explica que o referido artigo é “claro” naquilo que se refere a reclassificação destes professores nesta situação, reforçando que muito deles estão a caminhar para a reforma. “Portanto apelamos ao bom senso do ME, na resolução deste quesito” concluiu o SINDPROF.

Em comentários a esta publicação muitos professores que se encontram nesta situação reforçaram o apelo e o desejo emanado pelo SINDPROF, pedindo igualmente ao Ministério da Educação uma atenção especial aos docentes nesta situação.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.