Artur Correia: “Não nos estranhará nada se também aparecerem casos nas outras ilhas”

3/06/2020 00:27 - Modificado em 3/06/2020 00:27
| Comentários fechados em Artur Correia: “Não nos estranhará nada se também aparecerem casos nas outras ilhas”

Os quatro primeiros casos de Covid-19 detetados na ilha do Sal, diagnosticados em pessoas que não saíram da ilha nos últimos meses, está a suscitar várias controvérsias sobre os meandros da propagação do vírus, mas segundo Artur Correia, não estranha se as outras ilhas que ainda não tiveram casos de covid-19 vierem a registar infeções.

O diretor nacional da Saúde, respondia assim a uma questão colocada pela imprensa, questionando-o se o aparecimento de casos na ilha do Sal, até então sem casos ativos, mostra que existe uma propagação silenciosa do vírus em todas as outras ilhas.

“Não foi feito ainda em Cabo Verde nenhum estudo retrospetivo sobre a circulação silenciosa do vírus, mas sempre dissemos que todas as ilhas estão em risco e que poderão vir a ter casos. Não nos estranhará nada se também aparecerem casos nas outras ilhas. Está-se a confirmar agora na ilha do Sal” referiu.

Nisto o DNS, salientou que estão fazendo uma vigilância epidemiológica ativa em todas as ilhas, por forma a identificar possíveis casos suspeitos de covid-19, o que segundo o mesmo explica que todas as ilhas já tenham tido casos suspeitos de covid-19.

“Até agora todas as ilhas tiveram praticamente casos suspeitos, isto porque existe esta vigilância, coordenação e articulação a nível nacional de todos os profissionais de saúde que estão nas diferentes estruturas de saúde do país, precisamente para detetá-los precocemente, agirmos o mais rapidamente possível para contermos a propagação da epidemia na comunidade”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.