PR anuncia fim do estado de emergência na ilha de Santiago

28/05/2020 22:52 - Modificado em 28/05/2020 22:52

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, anunciou hoje o fim do estado de emergência na ilha de Santiago, a partir das 24:00 de sexta-feira, 29 de Maio.

O anúncio foi feito depois de uma reunião com o primeiro-ministro, o ministro da Saúde, o ministro da Administração Interna e o director nacional de Saúde, para avaliação do estado de emergência em vigor.

“Estamos numa situação em que a situação epidemiológica é estacionária (…) e, portanto, tomei a decisão de não se prologar o estado de emergência na ilha de Santiago”, declarou.

De acordo com o chefe de Estado vai-se caminhado, “com prudência”, para o levantamento progressivo das restrições na ilha de Santiago para com sentido de responsabilidade de todos poder-se caminhar para uma situação de normalidade.

“O Presidente da República confia no senso da responsabilidade dos cabo-verdianos e creio que continuarão a manter e a reforçar este sentimento de responsabilidade individual, para que possamos dar sempre passos em frente”, observou, lembrando que não hão nenhum limite constitucional para não renovar o estado de emergência.

Segundo o mais alto magistrado da Nação, as indicações são positivas do ponto de vista da atitude cooperativa dos cabo-verdianos, sendo que, por isso, segundo ele, não faz sentido, depois de uma prorrogação flexível do estado de emergência, dar-se um passo atrás e não prosseguir na atenuação progressiva das restrições.

“Não se pode dar garantias absolutas de nada nessas matérias, mas tivermos informação pormenorizada da evolução das diferentes semanas epidemiológica e mesmo a partir de critérios estabelecidos pela OMS dá alguma confiança de que, não havendo nenhum factor extraordinário, situação é estacionária com uma eventual tendência decrescente”, ressalvou.

Para concluir Jorge Carlos Fonseca disse que a última prorrogação do estado de emergência foi uma etapa de estágio para ver com as pessoas regiam e as suas preocupações com a epidemia, o que estimula o poder político a apostar no levantamento progressivo das restrições.

Na sexta-feira, às 10:00, o Governo vai anunciar o plano de desconfinamento para todo o território nacional, mas com calendário diferenciado para as diferentes ilhas.

Inforpress

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.