Já é possível ter mais de 10 mil músicas na biblioteca pessoal do Spotify

28/05/2020 13:52 - Modificado em 28/05/2020 13:52
| Comentários fechados em Já é possível ter mais de 10 mil músicas na biblioteca pessoal do Spotify

Depois de muitos pedidos de utilizadores ao longo dos anos, Spotify retirou o limite de 10 mil músicas nas bibliotecas pessoais. Medida não se aplica às playlists nem aos downloads para ouvir offline.

Acabou um dos limites mais criticados pelos utilizadores do Spotify. A partir desta semana, já é possível ter mais de 10 mil músicas na biblioteca pessoal, que fica assim sem qualquer teto máximo para as músicas que cada pessoa quiser ter na própria lista. A notícia foi confirmada por um funcionário do Spotify, no Twitter, em resposta a um utilizador que se queixava precisamente deste problema.

Com mais de 50 milhões de músicas disponíveis, o Spotify tinha então este limite de 10 mil músicas que podiam estar na biblioteca pessoal de cada um. Esta limitação foi alvo de críticas por parte dos utilizadores durante os últimos anos mas a plataforma de streaming tinha vindo a mostrar alguma resistência à ideia de retirar a regra, comentando em 2017 que não existiam “planos para expandir o limite”, já que “menos de 1% das pessoas o atingem”.

Contudo, o Spotify acabou mesmo por ceder e retirou agora todos os limites de número de músicas às bibliotecas pessoais. As playlists individuais, porém, mantêm-se com um limite de 10 mil músicas, assim como acontece com os downloads que cada pessoa pode fazer para ouvir música offline, ou seja, sem a necessidade de estar ligado a uma rede de wi-fi ou aos dados móveis da operadora.

O Spotify fez ainda a ressalva de que, embora a retirada do limite já tenha sido ativada, é expectável que a novidade demore alguns dias a estar disponível para todos os utilizadores da plataforma de streaming de música.

Mariana Fernandes/Observador

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.