Nenhum passageiro embarca nos navios sem a máscara colocada

27/05/2020 00:07 - Modificado em 27/05/2020 00:08

Com a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção facial a nível nacional, segundo o decreto-lei de 25 de abril que regulamenta a utilização das máscaras de proteção e de outras medidas de higienização para a prevenção da Covid-19, e em vigor desde de segunda-feira, 25 de maio, a empresa CV InterIlhas, que retomou as atividades desde o dia 11, assegura que tem cumprido com as normas de segurança estabelecida pelas autoridades.

A empresa, em comunicado, diz estar “consciente dos vários desafios impostos por toda esta situação de pandemia” e recorda que estão em vigor diversas medidas de segurança a bordo como o uso obrigatório de máscaras de proteção facial pelos passageiros, conforme os termos da lei, nas gares marítimas e a bordo dos navios.

Todas as indicações e medidas aplicáveis, são expressamente comunicadas a todos os passageiros – antes do embarque, durante a viagem e no desembarque – apelando ao dever cívico de cada um, no cumprimento rigoroso das mesmas”, diz a empresa que reforça “só assim é possível salvaguardar a segurança de todos”.

Acrescenta que nenhum passageiro embarca sem a máscara colocada, e que estão a ser feitas medição de temperatura corporal antes do embarque e asseguram que haja um distanciamento social mínimo de 1,5m nas gares, recintos portuários e postos de vendas.

A bordo dos navios, o mesmo distanciamento tem de ser cumprido, por isso, a lotação foi reduzida para metade da capacidade, de modo a cumprir com as regras de distanciamento entre passageiros e os lugares disponíveis são marcados alternadamente, bem como o controlo reforçado no momento do check-in.

Ainda para o efeito, os passageiros estão a ser avisados para comparecer no cais com 2 horas de antecedência. Entre outras medidas já postas em prática consta a proibição da venda e consumo de bebidas alcoólicas a bordo.

Sendo ainda obrigatório o uso de luvas e máscaras pelos empregados de câmara no exercício das suas funções.

A mesma refere no comunicado que após estes dias, têm “estado conscientes dos vários desafios impostos por toda esta situação de pandemia, mas continuará a trabalhar com todo o empenho e atenção para garantir a segurança de todos os passageiros” e também dos tripulantes.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.