Boa afluência de banhistas na Laginha e a complicação no distanciamento social

23/05/2020 22:04 - Modificado em 23/05/2020 22:04
| Comentários fechados em Boa afluência de banhistas na Laginha e a complicação no distanciamento social

Após pouco mais de dois meses, desde 20 de março, nas praias das ilhas, excetuando Santiago que continua em estado de emergência, foram oficialmente “levantadas” as restrições de acesso às praias balneares, hoje 23 de maio. A medida de interdição foi tomada tendo em conta conter a propagação do novo coronavírus, causador da doença Covid-19. 

Publicado no Boletim Oficial entrou em vigor sábado e visa ainda regulamentar a frequência nas praias autorizadas.

Em São Vicente, hoje, o areal da praia da Laginha esteve cheio. A maior parte dos banhistas, adolescentes e jovens “sedentos” por tomarem um banho de mar e, também, reatar a convivência com os amigos, nesta praia citadina e tão do agrado dos mindelenses.

Também podia-se ver algumas famílias a passear à beira mar, grupos de amigos a que se iam juntado outros que chegavam à praia. O que demonstra que, apesar de existir regras, como respeitar o distanciamento social mínimo de dois metros entre banhistas, tanto no areal como na água, estas foram completamente ignoradas.

Gedson Fortes disse-nos que apesar das restrições e como mora perto da praia já se tinha esgueirado para lá algumas vezes, para tomar um banho de mar no fim do dia, mas sem as restrições de frequência ele e os amigos, um grupo de mais de dez jovens, estavam ansiosos por se encontrarem e conviverem na praia, no fim-de-semana.

Marcos Monteiro, outro frequentador assíduo do mar, mostra-se satisfeito com esta abertura, mas apela à população, principalmente aos mais jovens, a respeitarem as restrições do governo, para se protegerem.

A distância física entre os utentes deve ser de dois metros e entre chapéus-de-sol, de cinco metros, mas o cenário hoje constatado pelo NN, não se coaduna com as recomendações, no entanto reconhece que este controle será, no mínimo, complicado. Mas espera que as pessoas sejam fiscalizadoras de si mesmo.

Na ilha de São Vicente é permitido o acesso ao areal das praias da Laginha, Cova de Inglesa, Baía das Gatas, São Pedro, Calhau, Salamansa e Praia Grande. O horário de frequência não é o mesmo para todas as praias. Na Laginha é entre as 6 e as 18 horas, sendo na Cova de Inglesa das 7 às 18 horas e as restantes das 8 às 18 horas.  As praias de Tupim e Sandy Beach estão abertas a atividades náuticas desportivas, entre as 8 às 18 horas. Quanto às restantes praias da ilha, estas continuam interditadas devido a falta de capacidade de fiscalização nas mesmas.

De relembrar que existem ainda proibições no tocante a comercialização ambulante de bebidas e comidas, passeios, a utilização de equipamentos sonoros e permanência em tendas coletivas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.