OMS considera conceito da imunidade de grupo um “cálculo perigoso”

11/05/2020 21:02 - Modificado em 11/05/2020 21:02

A organização lembra que o conceito tem origem na epidemiologia veterinária e destaca que os “humanos não são rebanhos”.

© Reuters

A Organização Mundial de Saúde (OMS) descreveu como “perigoso” o conceito de imunidade de grupo. Na conferência de imprensa diária desta segunda-feira, o diretor-executivo do programa de emergências de saúde da OMS, Mike Ryan, abordou a ideia da imunidade de grupo.

“Esta ideia de que talvez os países com medidas mais relaxadas e que não fizeram nada vão atingir de repente e de uma forma mágica a imunidade de grupo – e então se perdemos algumas pessoas mais velhas pelo caminho? Este é um cálculo muito, muito perigoso”,  fez notar Ryan. 

O responsável da OMS recordou que o termo imunidade de grupo tem origem na epidemiologia veterinária, onde as pessoas “estão preocupadas com a saúde geral dos rebanhos, e, nesse sentido, os animais individuais não importam”. “Os humanos não são rebanhos”, ressalvou Mike Ryan. 

Ryan acrescentou que é preciso ter cuidado com a utilização do termo, pois pode “levar a uma aritmética muito brutal, que não coloca no centro da equação as pessoas, as vidas e o sofrimento”.

Em Notícias ao Minuto

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.