Paulo Veiga: “Estamos a criar condições” para a retoma das ligações marítimas nas ilhas fora do estado de emergência

6/05/2020 19:19 - Modificado em 6/05/2020 19:19
Foto: Inforpress

O Ministro da Economia Marítima, Paulo Veiga, anunciou hoje que o Governo está a estudar a possibilidade de começar na próxima semana a circulação de pessoas nas vias marítimas das ilhas que não estão abrangidas pelo estado de emergência. Até sexta-feira será anunciada a decisão e os procedimentos para as viagens.

Depois das posições favoráveis tanto do presidente da Associação dos Municípios de Santo Antão (AMSA), Orlando Delgado e do presidente da Câmara Municipal de São Vicente sobre a “abertura urgentemente” das viagens marítimas na linha marítima Santo Antão/São Vicente hoje, o Ministro da Economia Marítima garantiu que neste momento o Governo está a trabalhar este processo o “mais rápido possível.

“Temos que criar medidas de distanciamento e de utilização de máscaras pelo que todas as gares, os portos e navios preparados para este efeito. Há também aspectos onde se envolve as câmaras municipais e a polícia de trânsito, que é na descarga e no embarque de passageiros a nível das viaturas” salientou avançando ainda que a lotação dos navios será reduzida a 50%, e pode ir até 30% por causa da pandemia da Covid-19.

Sobre a grande aglomeração de carros no caís do Porto Novo o ministro diz que será criado um novo mecanismo e um novo sistema para evitar tais aglomerações.

“Até o final desta semana poderemos anunciar a data, porque estamos a criar as condições e como disse envolve muitas instituições e condições nos portos e navios. Daremos formação aos tripulantes para saberem como agir em caso de alguma coisa. É preciso dar tempo para criar as condições” explicou Paulo Veiga. Paulo Veiga, que falava a Rádio Pública, sustentou que se o uso de máscaras, distanciamento social e a redução da lotação dos navios não forem respeitados o Governo poderá suspender as ligações.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.