Luxemburgo assegura voo de repatriamento de cidadãos retidos em São Vicente

29/04/2020 15:47 - Modificado em 29/04/2020 15:47

Um voo especial, operado pela Luxair, agendado para o dia 05 de maio, vai repatriar alguns luxemburgueses e residentes no Luxemburgo que estão retidos em São Vicente, desde a suspensão dos voos comerciais de e para Cabo Verde.

O Notícias do Norte sabe que este voo especial, está a ser organizado pela embaixada do Grão-Ducado na cidade da Praia, partirá do Aeroporto Internacional Cesária Évora, por volta das 12:00 do dia 05 de maio.

Conforme nos confidenciou uma cidadã cabo-verdiana que há muitos anos reside no Luxemburgo, a “boa nova” chegou esta quarta-feira, depois de algum tempo a tentar sair do arquipélago, por padecer de alguns problemas de saúde e estar sozinha em casa, depois da viagem do marido no mês de janeiro.

A mesma deveria ter seguido viagem num voo da TAP que estava marcado para o dia 02 de Abril, mas que devido as restrições de viagens impostas pelo Governo na sequência da pandemia da covid-19, foi cancelada.

“Foi com alguma felicidade que recebi esta notícia, porque é ali que tenho todos os meus médicos e familiares. Aqui estou sozinha já há algum tempo e com problemas de saúde fica tudo mais difícil. Quando me ligaram disseram-me que quando chegar no Luxemburgo terei que cumprir algum tempo de quarentena e ser submetida a testes de coronavírus” ressalva a nossa entrevistada que preferiu manter o anonimato.

De realçar que no passado dia 25 de março, a companhia aérea luxemburguesa já tinha efectuado, a partir da ilha do Sal, um voo de repatriamento de 171 cidadãos europeus, entre os quais 52 luxemburgueses e residentes no Luxemburgo.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2020: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.