Parceiros de Concertação Social congratulam-se com as medidas tomadas pelo Governo para proteger o emprego

24/03/2020 16:55 - Modificado em 24/03/2020 16:55
| Comentários fechados em Parceiros de Concertação Social congratulam-se com as medidas tomadas pelo Governo para proteger o emprego
Foto: Inforpress

Para a UNTC-CS e a CCSL, “as medidas apresentadas pelo governo, que contou com a colaboração dos parceiros de concertação social, acontecem num momento de uma crise sem precedentes e que urge acima de tudo proteger as pessoas”.

Das medidas apresentadas, a secretária- Geral da União Nacional dos Trabalhadores de Cabo Verde – Central Sindical (UNTC-CS), Joaquina Almeida, congratula-se com a posição do governo na tomada de decisão anunciando um plano de contingência e convocando os parceiros sociais com urgência para analisar as propostas de mitigação ao impacto da pandemia mundial.

Para esta sindicalista, a solução não é “salve-se quem puder”, referindo que as empresas não podem recorrer a despedimentos como única alternativa. E que, o momento é de serenidade e convergência. “Temos que ser solidários para proteger a vida e garantir o rendimento das famílias e evitar a destruição de empresas e empregos”, destaca Almeida referindo-se às medidas que passam a vigorar por um período de três meses.

Dessas medidas destaca, o subsídio de desemprego para trabalhadores despedidos com a simplificação de todo o processo, passando da carência de seis meses para dois meses num valor de 65% do salário bruto, com isenção de idade.

Para, o presidente da Confederação Cabo-verdiana dos Sindicatos Livres (CCSL) José Manuel Vaz, esta é uma luta de todos, afirmando que nem os trabalhadores nem os empregadores devem encarar um ao outro como inimigos e que esta é uma situação que veio colocar em cheque as duas posições, no entanto, parabeniza o governo na tomada destas decisões.

Jorge Spencer Lima, em representação da classe empregadora, diz que estas medidas são excepcionais, para proteger o emprego e o rendimento das famílias, defendendo, no entanto, que esta é uma responsabilidade, não só do governo. “É partilhada entre parceiros sociais e estendida à sociedade cabo-verdiana”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.