IGAE recomenda aos consumidores que guardem facturas para facilitar investigações de especulação

23/03/2020 23:01 - Modificado em 23/03/2020 23:01
| Comentários fechados em IGAE recomenda aos consumidores que guardem facturas para facilitar investigações de especulação

A Inspeção Geral das Atividades Económicas (IGAE), assegura que nos últimos dias já recebeu mais de uma centena de denúncias por parte dos consumidores, em todo o território nacional, no que toca a subida de preços de forma ilegal de produtos de primeira necessidade.

A IGAE aponta que está no terreno para fiscalizar o cumprimento das medidas do Governo, quer no que diz respeito aos horários de funcionamento de estabelecimentos de restauração e similares, quer no controlo dos preços dos produtos de primeira necessidade.

Para a subida de preços dos produtos por parte dos operadores económicos, a mesma fonte garante que é preciso haver uma justificação, mas que neste momento não há razões para tal, o que constitui um crime, que é punível com três anos de prisão ou uma multa que poderá ir até seis milhões de escudos.

Na sequência das denúncias a IGAE apela aos consumidores que solicitem sempre os recibos das compras, para facilitar as investigações.

No entanto, não são apenas os operadores económicos que poderão vir a ser penalizados, pois a IGAE avisa para crimes de açambarcamento cometidos pelos consumidores são puníveis pela lei.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2022: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.