Exercício Falcão e Tufão

16/01/2013 01:36 - Modificado em 16/01/2013 01:36
| Comentários fechados em Exercício Falcão e Tufão

O Comando da 1ª Região Militar na ilha de São Vicente faz um balanço positivo das actividades realizadas pela instituição militar em 2012. Durante esse período, a 1ª Região Militar realizou dois exercícios militares, contribuiu para a formação de militares e ainda apoiou a sociedade mindelense em diversos domínios.   

 

O comandante da 1ª RM, tenente-coronel Anildo Morais assegurou estar satisfeito com o cumprimento do programa de actividades planeadas para 2012 que ficou assinalado pela execução do exercício Falcão na ilha de Santo Antão, com o apoio das tropas francesas sediadas no Senegal e pelo Tufão 2012, em São Vicente, uma acção militar que se tornou no rosto dos exercícios militares desse comando.

“Há um sentimento de missão cumprida, tendo em conta que praticamente todos os objectivos traçados por esse comando em 2012 foram realizados e com muito sucesso. Iniciámos o ano com o exercício Falcão, uma acção planeada para o combate ao narcotráfico. E no mês de Novembro, realizámos a operação Tufão, um exercício que foi estandardizado com os meios logísticos que temos e à medida que os anos passam, temos a consciência que há melhorias consideráveis na planificação e na actuação dos nossos militares no terreno” assegura o comandante da 1ª RM.

O tenente-coronel Anildo Morais acrescenta que o exercício Falcão teve o envolvimento da Companhia da Polícia Militar, do Apoio de Serviço, da Esquadrilha Naval do comando, dos fuzileiros da 3ª Região Militar e contou com a colaboração das forças francesas que ministraram treinos aos militares.

 

Acções

A melhoria das condições organizativas, de vida e de trabalho dos cidadãos adjuvados à instituição militar foi um factor determinante no cumprimento dos valores e tarefas que se impunham ao Comando da 1ª Região Militar. Deste modo, o comando possibilitou a vários militares ter uma formação nas áreas de mecânica-auto, pintura, culinária, marcenaria e carpintaria.

Foram ainda realizados cursos de Cabo e Fuzileiros Navais, com um ganho para o comando, uma vez que este último, na sua totalidade, passará a ser realizado na ilha de São Vicente. E que a nível de incorporação militar, o Comando da 1ª RM, em sintonia com o Centro de Instrução Zeca Santos integrou 803 jovens nas forças que compõem as Forças Armadas de Cabo Verde.

Por outro lado, o comandante da 1ª RM salientou a realização da 10ª edição dos Jogos Militares Nacionais e disse que o comando teve um papel importante ao serviço da sociedade são vicentina.

“Houve um engajamento total de todo o efectivo para dar resposta às solicitações dos são vicentinos, em termos de garantia da segurança e prestação de serviço público. Isto é, fomos chamados para actuar em vários eventos de nível social, cultural, político e desportivo, exercício prático, como Farol de São Pedro. É de salientar que temos dado uma grande contribuição em termos de trabalho de pintura ou limpeza nas escolas e jardins e respondido às operações em situações de emergência” declarou o tenente-coronel Anildo Morais.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.