Desencalhe resolvido até ao final do mês

13/01/2013 23:40 - Modificado em 13/01/2013 23:40
| Comentários fechados em Desencalhe resolvido até ao final do mês

O navio Terry Tres continua encalhado na praia Francisca, na ilha de Santa Luzia até ao final do mês de Janeiro. Esta é a garantia do armador do navio que em simultâneo com a companhia de seguros mantém as negociações com uma empresa que vai proceder ao desencalhe. Por seu lado, os tripulantes que pediram o repatriamento deixaram o navio, mas continuam à espera do pagamento de uma caução para abandonarem o país.

 

A legislação cabo-verdiana permite que um navio esteja encalhado no território nacional por um período de 90 dias. E findo esse prazo, a lei declara que a embarcação passa a ser propriedade do Estado. No caso do navio Terry Tres, o prazo para o armador retirá-lo da praia Francisca, na ilha de Santa Luzia, terminou no dia 9 de Janeiro.

Mas este online soube que as autoridades marítimas ponderaram a aplicação dessa lei, porque o armador e a companhia de seguros demonstraram disponibilidade para retirar o navio do local, pois, mantêm negociações com uma empresa estrangeira que vai proceder ao desencalhe do Terry Tres.

Segundo o presidente do Instituto Marítimo Portuário “o processo de desencalhe é complexo porque tem custos e todo o equipamento e pessoal técnico para executar o trabalho vem do estrangeiro. Recebemos uma carta do armador que dá garantias da retirada do navio até ao final deste mês. O armador garantiu que estão a trabalhar no processo de desencalhe e como não existe risco de poluição ambiental iminente deixamo-lo fazer as suas diligências”.

 

Tripulação

Por outro lado, José Manuel Fortes diz que os nove tripulantes de nacionalidade filipina que pediram a repatriação deixaram o navio. O presidente do IMP diz que os tripulantes se encontram na ilha de São Vicente, mas que só abandonarão o país quando o armador pagar uma caução de cinco mil contos para custear as despesas inerentes ao navio.

Mas o nosso entrevistado garante que o navio Terry Tres encontra-se com uma tripulação de segurança, isto é, estão três cidadãos cabo-verdianos a bordo da embarcação e que o capitão do Terry Tres, apesar de estar em terra por questões processuais continua ligado ao navio.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.