Autoridades marítimas investigam denúncia de roubo de combustível do navio Terry Tres

13/01/2013 23:30 - Modificado em 13/01/2013 23:30
| Comentários fechados em Autoridades marítimas investigam denúncia de roubo de combustível do navio Terry Tres

O NN apurou que as autoridades marítimas vão investigar uma denúncia de que se está a roubar o combustível que se encontra a bordo do navio Terry Tres. A embarcação está encalhada na praia Francisca, na ilha de Santa Luzia, com 60 toneladas de combustível, mas de acordo com a denúncia parte desse combustível estava a ser desembarcado por pescadores no Calhau.

 

O navio Terry Tres encalhou há três meses na costa sul da ilha de Santa Luzia quando navegava da Boa Vista para a ilha de Santo Antão. As causas do acidente não foram reveladas, mas o armador em sintonia com a companhia de seguros iniciou as diligências para se proceder ao desencalhe do navio. Por agora, o armador mantém as negociações com uma empresa estrangeira que poderá realizar o trabalho de desencalhe no final deste mês.

Por outro lado, para evitar a poluição marinha no local, foram retiradas 60 toneladas de combustível que a embarcação tinha a bordo e que foram armazenadas em depósitos de uma tonelada no porão do navio. Mas este online soube que parte desse combustível terá sido retirado dos depósitos com recurso a bidões de plástico.

“Há suspeitas que houve roubo de combustível, isto porque na quinta-feira deu entrada uma denúncia que pescadores estariam a desembarcar no Calhau combustível proveniente dos depósitos armazenados no porão do Terry Tres” asseguram as autoridades marítimas.

As autoridades marítimas afirmam que a denúncia vai ser investigada pela Polícia Marítima e que se os factos forem verídicos tudo aponta que haja conivência da tripulação de segurança que embarcou há duas semanas para assumir o controlo do navio.

Segundo o que apurámos vai-se desencadear uma investigação, pelo que as autoridades terão que rumar a bordo do navio para apurar se ocorreram os factos relatados na denúncia. As autoridades marítimas garantem que fizeram um inventário sobre o que havia na embarcação. E que se se vier a confirmar a denúncia de roubo, a agência responsável pelo navio terá que substituir os tripulantes.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.