Carnaval 2013: grupos correm contra o tempo e atrás de patrocínios

9/01/2013 00:56 - Modificado em 9/01/2013 00:56

Os grupos carnavalescos de São Vicente correm contra o tempo e aguardam apoios “financeiros para poderem garantir a qualidade do Carnaval Mindelense. Pela voz dos representantes, testemunham as próprias dificuldades mas com esperança na melhoria dos apoios.

 

Em entrevista à RCV os representantes dos quatro grupos oficiais, Monte Sossego, Cruzeiros do Norte, Sonhos Sem Limites e Flores do Mindelo aguardam pelos patrocínios para que possam desenvolver rapidamente os projectos de Carnaval.

Monte Sossego pretende homenagear as figuras que deram contributos valiosos para a cultura da ilha de São Vicente. O seu presidente, Zeca Reis, declara que acredita que existam dificuldades para os trajes no Carnaval de 2013, mas apela às pessoas, principalmente da zona de Monte Sossego, que façam um sacrifício para contribuírem para a Cultura.

Cruzeiros do Norte, sob o tema da Evolução da Escrita adianta pelo representante Adilson que “o nosso grande adversário é o tempo e as condições financeiras que não temos, mas estamos à espera de melhoria”. Declara que as dificuldades são muitas e ainda aguardam electricidade no estaleiro que já está montado na Laginha.

Na mesma perspectiva de melhoria, o grupo Sonhos Sem Limites pela voz de São Costa avança à RCV que a situação é crítica, visto que ainda não têm resposta de nenhum patrocinador nem da CMSV. O Presidente dos Sonhos Sem Limites refere que “estamos a trabalhar com muito esforço e graças a amigos que patrocinam o grupo carnavalesco”.

Flores do Mindelo que escolheu o tema “Eternamente Crianças” também aguarda apoios, no entanto, Edson Delgado, representante do grupo de Carnaval declara que “estamos a fazer o trabalho com os nossos próprios recursos e com a ajuda de colegas. Esta é única forma que conseguimos para avançar no projecto de Carnaval neste momento. Temos esperanças que o Carnaval deste ano será melhor que o de 2012”.

Numa situação diferente enquadra-se o grupo Samba Tropical garante que começou a trabalhar desde Setembro de 2012. David Leite avança à RCV que “Temos tudo definido, os andores já estão a ser feitos. O trabalho já está montado e de momento estamos a trabalhar no terreno”.

 

  1. Carnaval na Soncente de vente em popa.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.