Prossegue o braço de ferro com os estivadores

4/01/2013 02:10 - Modificado em 4/01/2013 02:10
| Comentários fechados em Prossegue o braço de ferro com os estivadores

O silêncio da Enapor perante as reivindicações dos estivadores dadas a conhecer à empresa em Dezembro de 2012, origina o pedido da quebra do sigilo, ou seja, o coordenador do SIACSA em São Vicente pede explicações e espera que as reivindicações sejam resolvidas o quanto antes.

 

As reivindicações apresentadas tanto pelo SIMETEC como pelo SIACSA remontam a Dezembro de 2012 quando deram a conhecer à Enapor os problemas vividos pela classe laboral. Entre as reclamações dos trabalhadores, encontram-se as questões do ajuste salarial, da concessão de férias e da atribuição do subsídio de férias. No entanto, a Enapor mantém o silêncio às reivindicações.

 

O coordenador do SIACSA em São Vicente, Jaílson d´Aguiar, pronuncia-se pela primeira vez e questiona a posição da administração desta infra-estrutura portuária. Declara à RCV que “face ao reajustamento salarial que não foi feito em 2012 e às mudanças do subsídio de férias e de Natal previstas para 2013, o SIACSA vem pedir explicações à Enapor sobre a questão”.

 

Jaílson d`Aguiar frisa a questão das alterações do subsídio de férias e de Natal, visto que as dúvidas persistem e refere que ”muitos trabalhadores perguntam se o valor vai diminuir, manter ou aumentar”. E pretendem saber se o PCCS (Plano de Cargos, Carreira e Salários) irá ser implantado.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.