Autópsia vai ser realizada nas próximas horas

2/01/2013 23:47 - Modificado em 2/01/2013 23:47
| Comentários fechados em Autópsia vai ser realizada nas próximas horas

O corpo de Manuel Duarte, de 53 anos encontrado numa vala em Chã D´ Alecrim na manhã de domingo continua na câmara fria da Casa Mortuária do HBS. A autópsia ainda não foi realizada porque as autoridades estão a aguardar a chegada de uma médica legista para realizar a análise. Mas a delegada de Saúde garante que nas próximas horas vai-se realizar o exame para determinar as causas da morte.

 

O NN sabe que a Delegacia de Saúde e a PJ, acompanhados por uma médica legista irão realizar nesta quinta-feira o exame médico para apurar as causas da morte de um homem encontrado morto em Chã D´ Alecrim. A PJ não avançou com as causas, porque os sinais exteriores encontrados no corpo não permitem concluir se houve agressão ou não.

 

Assim, o corpo ficou na morgue à espera da análise e parecer do médico legista para que a PJ saiba se se está na presença de um homicídio ou de uma morte. Por isso, as autoridades tiveram que requisitar a legista da cidade da Praia para proceder à autópsia, porque trata-se de um caso especial que merece a análise de um especialista.

 

De realçar que apesar do atraso na realização da autópsia, os custos de permanência do corpo em câmara fria ficam por conta do Ministério da Saúde. Recorde-se que Manuel Duarte, de 53 anos, conhecido como Naise, trabalhava na Moave e residia em Chã de Alecrim. O corpo foi encontrado debaixo de uma pequena ponte que liga a Av. Marginal à zona conhecida como Edilter por um homem que foi ali fazer as suas necessidades fisiológicas

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.