Riso, lágrimas e espanto

2/01/2013 00:52 - Modificado em 2/01/2013 00:52
| Comentários fechados em Riso, lágrimas e espanto

Na categoria mundo, muitas vezes marcada por casos insólitos. Situações inacreditáveis aconteceram, como a morte do noivo no dia do seu casamento. Fábio, de 33 anos, morreu na festa do casamento após um daqueles acidentes idiotas e aparentemente sem importância mas que matam silenciosamente muito mais pessoas do que grandes catástrofes.

O noivo morreu de hemorragia depois de um simples tropeção e de uma queda aparentemente inofensiva no salão do clube onde decorria o animado copo de água para mais de 200 convidados, na Ilha do Governador, zona norte da cidade brasileira do Rio de Janeiro. É que Fábio tinha colocado no bolso esquerdo das calças o copo que usara a noite toda e, ao cair, o copo estilhaçou-se e pedaços de vidro perfuraram a perna do sargento e cortaram a grande veia femural.

Não menos desesperante a mãe que ouviu a filha a ser violada pelo telefone. A mãe de uma adolescente de 15 anos ouviu pelo telefone a filha ser violada em Newcastle upon Tyne (Inglaterra). Estranhado o facto de a jovem não ter chegado a casa, a progenitora decidiu telefonar à filha e ouviu o crime pelo telefone. Desde então, a polícia britânica tem estado à procura do violador.

Assim como outras situações menos felizes marcaram 2012, chegou no outro lado do mundo o desespero de um ex-trabalhador de um banco, na província chinesa de Guangzhou, decidiu protestar de forma original e chocante. O homem chamou a atenção da multidão ao colocar à venda as duas pernas por 60 mil dólares (pouco mais de 46 mil euros). Enquanto uns em desespero para salvar as suas vidas, há quem comete loucuras. Como lançar dinheiro pela janela fora. Aconteceu em São Petersburgo, Pavel Durov, um jovem milionário russo, conhecido como o ‘Zuckerberg russo’ por ser o fundador da mais popular rede social do país, causou a maior confusão ao lançar por uma janela do escritório, aviões de papel feitos com notas de 5 mil rublos (120 euros) e declarou que “As pessoas pareciam animais”, escreveu no Twitter. A excentricidade do jovem, desta vez, está a ser alvo de duras críticas.

 

Acontecimentos cómicos foram reportados como a namorada que agrediu o companheiro por não conseguir ter orgasmos. Não suportou a insatisfação sexual: a norte-americana Raquel Gonzalez foi detida por agredir o parceiro depois de uma relação sexual em que só ele chegou ao orgasmo. De acordo com o site ‘The Smoking Gun’, Raquel enfrentou acusações de violência doméstica e estava a aguardar julgamento na cadeia de Manatee. Enquanto uns agridem por falta de orgasmos, outros não sabem como resolver o excesso de orgasmos. É o caso da enfermeira a americana Kim Ramsey de 44 anos tem, nada mais, nada menos, do que cem orgasmos por dia. Sofre de Transtorno da Excitação Genital Persistente, o que faz com que o prazer sexual seja desencadeado após um vulgar movimento. Declarou ao jornal The Sun que “As outras mulheres procuram saber como atingir um orgasmo. Eu procuro saber como parar os meus”.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.