Direcção garante pagamento assim que tiver dinheiro

28/12/2012 01:25 - Modificado em 28/12/2012 01:25
| Comentários fechados em Direcção garante pagamento assim que tiver dinheiro

O Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública avançou com a denúncia relativa ao atraso do pagamento das horas extras, ou seja, do serviço de velas realizado pelos trabalhadores auxiliares do HBS. A direcção do Hospital Baptista de Sousa reagiu à denúncia e declara que foram tomadas medidas para a regularização do pagamento das horas suplementares.

 

O SINTAP para além de denunciar o atraso no pagamento das horas extras, avança com uma proposta para solucionar o problema. Eduardo Fortes, do SINTAP, declara à RCV que “os trabalhadores estão indignados e revoltados, visto que não conseguiram ter um Natal melhor. O serviço das velas deveria ter sido pago juntamente com os salários tal como é feito com os enfermeiros e os médicos.”

 

Pedro Monteiro, porta-voz do grupo de trabalhadores, considera que “é uma falta de respeito para com os trabalhadores do HBS. Pedimos que o Ministério da Saúde tome outra atitude para que não aconteça o atraso de sete meses como já aconteceu.”

 

Reacções do HBS

 

A direcção do Hospital Baptista de Sousa reagiu perante a denúncia e declarou à RCV que “segundo as normas, o pagamento das horas extras é feito sempre com um mês de atraso e trata-se de um mês de atraso e não dois.”

 

Sandra Monteiro, Directora do HBS, refere que é uma situação que preocupa a todos, quanto mais não seja pela quadra festiva e que diligências estão sendo feitas para que a situação seja regularizada. Declara que “o Ministério da Saúde já nos informou que a transferência bancária está em curso e a nossa contabilidade tem os pagamentos organizados; assim que o dinheiro entrar, sai imediatamente da nossa conta para o pagamento das velas.”

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.