Estudantes cabo-verdianos em situação de despejo: Depois da tempestade veio a bonança

26/12/2012 02:43 - Modificado em 26/12/2012 02:43
| Comentários fechados em Estudantes cabo-verdianos em situação de despejo: Depois da tempestade veio a bonança

A situação fica em parte resolvida, uma vez que os estudantes ficaram por receber um mês do subsídio e se o problema persistir podem vir a ser despejados no próximo ano. Um grupo de estudantes cabo-verdianos que estudam na Profiacademus, Escola Profissional de Santa Comba Dão em Portugal viram uma luz ao fundo do túnel quando lhes foi facultado o dinheiro para pagarem o alojamento.

 

Depois de viverem dias conturbados por terem recebido um alerta de expulsão por parte dos proprietários das residências onde estão alojados por não liquidarem as despesas de alojamento, os estudantes respiraram de alívio.

Recorde-se que o problema surgiu porque a direcção da Profiacademus não tinha disponibilizado o subsídio para pagarem quatro meses de alojamento que estava em atraso. Com um pedido de socorro enviado à Embaixada de Cabo Verde em Portugal, os estudantes ficaram à espera de uma decisão da Profiacademus no sentido de se evitar o despejo.

Nesta circunstância, na semana passada, a instituição disponibilizou três meses do valor em dívida aos estudantes, para que estes liquidassem parte das despesas com os proprietários.

De acordo com os estudantes, “ficou por liquidar o pagamento referente ao mês de Dezembro, isto é cerca de 95 euros que nos dão mensalmente para cobrir as despesas de alojamento. Agora vamos ver como a situação se vai desenrolar no próximo ano, porque é esse subsídio que nos garante um tecto e visto que os proprietários dos locais onde residimos deixaram claro, que se a situação se mantiver em 2013, não têm outra solução senão a de nos colocar na rua”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.