Segundona: árbitro cancela jogo por falta de…polícias

26/12/2012 02:37 - Modificado em 26/12/2012 02:37

Neste fim-de-semana, o torneio de Abertura da 2ª divisão, em São Vicente sofreu uma contrariedade devido à falta de policiamento no jogo entre Salamansa e Calhau. O árbitro designado para apitar o jogo cancelou a partida, após ter esperado cerca de uma hora pela chegada dos agentes policiais.

 

No sábado, pelas 12 horas, no Estádio Adérito Sena, a Associação Regional de Futebol de São Vicente agendou a realização do jogo entre Salamansa e Calhau a contar para a 4ª jornada do torneio de Abertura. Mas devido à não comparência dos agentes policiais destacados para garantir que a partida decorresse em segurança e dado que os intervenientes ficariam expostos ao perigo caso se prosseguisse a partida e porque havia outros jogos por realizar nessa tarde, o árbitro cancelou o jogo justificando no seu relatório que não estavam reunidas as condições necessárias de segurança para que o jogo decorresse na normalidade.

Contactado pelo NN, o presidente da ARFSV, Benvindo Leston diz que “tivemos um problema, visto que o jogo deveria iniciar ao meio-dia, porém decorridas cerca de uma hora, a PN não tinha chegado ao estádio. Por questões de segurança, o árbitro cancelou o jogo, uma vez que as normas do regulamento da Federação Cabo-verdiana de Futebol impedem que seja tomada uma decisão contrária, ou seja, realizar o jogo sem a presença de agentes da polícia”.

Benvindo Leston assegura que a ARFSV vai reunir as condições para que o jogo se realize na tarde do dia 29 de Dezembro. E por ironia do destino, como atesta o presidente da ARFSV, o jogo adiado envolve dois clubes que pertencem a localidades que ficam afastadas da cidade do Mindelo, uma situação que gerou constrangimentos aos clubes e à ARFSV.

“Tivemos de devolver o dinheiro dos bilhetes que tinham comprado e pediram à ARFSV que custeasse o transporte que tinham feito para que a equipa estivesse presente no jogo. Tudo isso será analisado para vermos onde podemos ajudá-los, porque a ARFSV não tem culpa pela ocorrência” concluiu Benvindo Leston.

  1. Neves - S.Pedro

    Bem dcidid. Quès besta de salamansa tava ta ba ranjà prublema! Mi mesm li na Olanda tem cunchid càgà ma ess gentinha de m…da!!! FORSSA S.PEDRO!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.