‘Zuckerberg do porno’ preso por fraude fiscal

23/12/2012 14:08 - Modificado em 23/12/2012 14:09
| Comentários fechados em ‘Zuckerberg do porno’ preso por fraude fiscal

Chamam-lhe o ‘novo rei do porno’, não porque seja uma estrela de cinema para adultos, mas por deter um dos grupos de sites mais poderosos de pornografia na Internet. Aos 34 anos, Fabian Thylmann é agora notícia pelos piores motivos. Foi detido em Colónia (Alemanha), depois de extraditado da Bélgica, por suspeita de fraude fiscal.

 

Estima-se que, anualmente, Thylmann ganha 73,6 milhões de euros com o grupo de sites ‘YouPorn’, mas terá fugido aos impostos.

 

Os seus portais para adultos – além do YouPorn, controla outros como PornHub, Brazzers ou MyDirtyHobby – deram nas vistas por aplicarem a política do YouTube, permitindo que 16 mil milhões de utilizadores mensais vejam vídeos gratuitamente, levando o império a erguer-se graças à publicidade.

 

Segundo o jornal ‘Die Welt’, o empresário paga aos actores porno alemães através de uma subsidiária no Chipre, o que é interpretado como uma manobra flagrante para fugir aos impostos.

 

Os advogados do já apelidado ‘Zuckerberg do porno’, como lhe chamou o jornal espanhol ‘El Pais’ numa alusão ao criador do Facebook, esperam agora convencer as autoridades alemãs de que nada de errado foi feito.

 

 

 

 

cm.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.