Assembleia Municipal de São Vicente: PAICV vai votar contra o orçamento e plano

18/12/2012 16:01 - Modificado em 18/12/2012 16:01

A Assembleia Municipal de São Vicente está reunida em sessão tendo como ponto principal a apresentação, debate e aprovação do plano de actividades e do orçamento para 2013. A parte de manhã foi reservada as intervenções políticas dos líderes das bancadas e do presidente da Câmara Municipal. 

 

Os líderes das bancadas do MpD e PAICV demonstraram preocupação com a ilha, mas com perspectivas diferentes. Para Domingos Lima, MpD, “a situação social da ilha é preocupante”, e pode piorar com a entrada em vigor de mais impostos e taxas “previstas” no próximo orçamento de estado. E com isto em mente demonstra a posição da sua bancada em relação ao voto no plano e orçamento em que a sua bancada é favor destes dois documentos.

Já o PACIV na intervenção de Alcides Graça criticou a Câmara Municipal por deixar o primeiro aniversário da morte de Cesária Évora sem realizar algo que marcasse a data. E viu nesta atitude uma “falta de visão política /cultural” da Câmara. E teceu várias críticas sobre a postura dos líderes da ilha em relação a postura de São Vicente na Associação dos Municípios de Cabo Verde. Afirmando que a ilha está a perder o brio quando não possui nenhum cargo de responsabilidade nesta associação. E deixa claro que a sua bancada é contra o plano de actividades e do orçamento. Na sua interpretação os documentos “são uma continuidade” dos orçamentos anteriores “e não traz nenhuma novidade dos últimos oito anos”.

A parte de tarde está reservada para apresentação, discussão e voto do plano de actividade e orçamento para 2013. Referindo-se aos documentos, Augusto Neves reconhece uma diminuição na cobrança de imposto que reduz as receitas da câmara, mas que os documentos são adaptados para a conjuntura actual.

Sem se mostrar à favor ou contra dos documentos em debate, Ilídio Silva da UCID, só convidou todos a uma visita ao código de postura municipal e apresentarem soluções para reduzir os vendedores ambulantes nas ruas de Mindelo.

  1. CidadaoCV

    Mas isto não é novidade. Toda a oposição vota contra o orçamento do partido que está no poder. Novidade seria se votasse à favor.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.