Cadeia de São Vicente terá nova direcção em 2013

17/12/2012 00:58 - Modificado em 17/12/2012 00:58

De visita à Cadeia Central de São Vicente, o ministro da Justiça, José Carlos Correia, elogiou o trabalho da direcção e dos agentes prisionais no processo de reintegração social dos reclusos. O ministro da Justiça garantiu que em 2013 o estabelecimento prisional terá uma nova direcção e que nos próximos anos vai-se construir um novo presídio na ilha de São Vicente.

 

O ministro da Justiça, José Carlos Correia visitou a Cadeia Central de São Vicente neste sábado, 15, presidindo à cerimónia de comemoração do aniversário dos agentes prisionais, onde entregou uma nova farda à classe.

José Carlos Correia inteirou-se sobre as actividades realizadas no presídio e na companhia do presidente da CMSV, Augusto Neves, do Director-Geral dos Serviços Penitenciários e Reinserção Social, Yacob Vicente, da direcção do presídio e de agentes prisionais entre outras entidades públicas, visitou os espaços de trabalho e reclusão no estabelecimento prisional.

Durante a visita, o ministro da Justiça e o presidente da CMSV inauguram a primeira horta com sistema de estufa nessa cadeia, onde os reclusos farão os tratamentos dos produtos e a produção será destinada ao consumo interno do estabelecimento prisional.

Em declarações ao NN, José Carlos Correia fez um balanço positivo da visita e destacou a valorização dos agentes prisionais pelo seu trabalho e pelo seu papel na reintegração social dos reclusos para que possam levar uma vida útil quando regressarem à sociedade.

Questionado sobre a nomeação de uma nova direcção, uma vez que o antigo chefe do Corpo de Agentes Prisionais, José Joaquim Gomes assumiu de forma temporária a gestão do presídio, o ministro diz que o concurso público está concluído, mas que se vai iniciar uma formação prévia dos cidadãos seleccionados pelo que, em 2013, irão ser nomeados o novo director e os membros da direcçãoem São Vicentee noutros estabelecimentos prisionaisem Cabo Verde.

José Carlos Correia, concluindo, disse que a localização da Cadeia de São Vicente tem os seus dias contados e que em diálogo com o presidente da CMSV, o Ministério da Justiça vai definir a nova localização que aponta para a região sul de São Vicente.

“No futuro a ilha terá que ter uma nova cadeia construída de raiz fora do espaço urbano. Ainda não há uma data certa para o início dessa construção, nem o projecto da obra. Mas perspectivamos que num futuro relativamente próximo, teremos que tirar daqui esta cadeia e transformar este espaço numa área de expansão urbana” conclui o ministro da Justiça.

  1. Bala

    Este é o pior ministro deste Governo! Estas cadeias, o da Praia como o de SV, são desorganizadas, com sistema de funcionamento que promove a corrupção dos guardas, sem controlo de gastos…enfim é uma balbúrdia!
    Questiono o trabalho feito pela reinserção social, que ele classifica de positivo…meu caro basta fazer uma pesquisa sobre os crimes aqui na cidade da praia para ver q maior parte dos ditos “Kasubody” são praticados por ex-presidiários…!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.