Falta de água: seca de vida, seca de ELECTRA

13/12/2012 01:10 - Modificado em 13/12/2012 01:10

A falta de água que afecta a ilha de São Vicente provoca várias reacções dos mindelenses. Enquanto a normalização da distribuição da água não se verificar, os são vicentinos consideram a situação crítica. Adiantam que nem sequer a revenda de água é possível e estão a depender de vizinhos para fornecer água e sempre com receio devido à escassez.

 

O NN apurou que a falta de produção de água está a causar diversos constrangimentos aos mindeleses, principalmente aos residentes da zona periférica da cidade. Declaram que a situação é crítica e vivem com receio que a falta de água lhes bata à porta.

 

Reacções à falta de água:

Um residente da zona da Ribeirinha declara que ’’na minha zona já vão mais de 3 semanas que não temos água e nem as pessoas que vendem água o fazem. Estamos a ficar aflitos”.

Maria José, residente na zona de Cruz afirma que tem recorrido aos vizinhos para se reabastecer de água, mas fazem-no sempre com receio porque estão com medo que a falta de água lhes bata à porta.

O ambiente é de receio, Luísa Fortes residente da zona de Chã de Alecrim avança que ‘’São Vicente quando não é luz é água. Já estou sem água e nem consigo comprar água, estou a depender da bondade das pessoas”.

Gracinda Graça, residente da zona de Fonte Inês declara que “ainda tenho água, mas estamos a racionar com medo de ficarmos sem água. Acho reprovável estar a passar por esta situação, é luz, é falta de água no Verão e para piorar é o período de termos mais pessoas com a chegada dos imigrantes: a situação só vai piorar’’.

O director de produção e distribuição de água e energia da região norte, Hipólito Gomes, avançou à RCV que “se a normalização da energia pode ser feita em tempos rápidos, a normalização na distribuição da água pode levar mais tempo. A distribuição da água depende da energia e também, como explica Hipólito Gomes, de uma certa dinâmica na produção antes da distribuição’’. Ou seja : estamos lixados!

  1. Odair C.

    Podem até deixar-me no escuro que nao me importo pois acendo uma vela ou faço uma fogueira. Mas nao me deixem sem AGUA, nao ISSO NAO!!!! Uma sugestao: se a producao de electricidade é baixa eu ate quero ficar no escuro para que possam canalizar energia para a produçao de AGUA, ESTA SIM é uma PRIORIDADADE ANTES mesmo da ELECTRICIDADE!!!

  2. dani

    Que vergonha, para um país que se diz de desenvolvimento médio, paciência.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.