Para combater as incertezas?

13/12/2012 01:00 - Modificado em 13/12/2012 01:00
| Comentários fechados em Para combater as incertezas?

O Orçamento de Estado foi aprovado na sua globalidade com 38 votos a favor do PAICV e 29 contra, sendo 27 dos deputados do MpD e dois da UCID. As bancadas do MpD e da UCID justificam o voto contrário com os argumentos usados durante o tempo de debate, isto é, que esse Orçamento não só vai aumentar de forma brutal os impostos como também não responde às necessidades do país nesta conjuntura mundial de crise, acrescentando ainda que não garante a competitividade da economia nacional.

 

Para a Ministra das Finanças, Cristina Duarte, 2013 é um ano de incertezas em termos de contexto internacional. E para combater esta incerteza, a ministra dá como receita “ter a certeza de um orçamento que nos permita continuar a gerir com firmeza e de cabeça erguida esta incerteza”. E acrescenta que a aprovação deste orçamento “dá instrumentos a este governo e a esta maioria” para continuar a gerir os impactos da crise internacional na economia cabo-verdiana.

 

O orçamento prevê para 2013 uma arrecadação de receitas à volta dos 47,3 milhões de escudos enquanto que as despesas rondam os 60,4 milhões e regista um deficit a rondar os 7,4% do PIB.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.