ARFSV reduz preço de bilhete : Atrair mais espectadores para a “Fontinha”

11/12/2012 23:21 - Modificado em 11/12/2012 23:21

O arranque da época futebolística 2012/13 foi abalado por algumas dificuldades económicas que puseram em causa a realização das provas desportivas. Depois da realização da Taça de São Vicente, a Associação Regional Futebol de São Vicente concluiu o torneio de Abertura da 1ª Divisão e reuniu condições para o arranque do torneio de Abertura da Segundona e do respectivo campeonato regional das duas divisões que compõem o escalão dos séniores.

Benvindo Leston, presidente da ARFSV, em entrevista a este jornal afirmou que “tivemos aquelas turbulências no inicio da nova época desportiva, mas agora conseguimos serenar a situação. A conclusão do torneio de Abertura da primeira divisão ocorreu sem qualquer problema. Porque a CMSV, como nosso maior patrocinador disponibilizou parte de uma verba de apoio para conclusão do torneio, execução dos trabalhos da associação e arranque do campeonato”.

Para driblar a fraca adesão dos cidadãos ao Estádio Adérito Sena para assistirem aos jogos, o presidente da ARFSV assegura que houve necessidade de executar uma política na venda de bilhetes. Os preços que se pagavam para assistir os jogos da tribuna, na zona sul, norte e central foram excluídos e passa-se a pagar um preço único.

“A partir de agora as pessoas ficam a pagar 100 escudos pela entrada para assistirem aos  os jogos  no Estádio Adérito Sena. Com esta política estamos a fazer de tudo para que os cidadãos aderem ao estádio para apoiarem os seus clubes. Sabemos que a estada das pessoas no campo ajuda a associação na parte financeira, mas para termos um bom campeonato é preciso ter espectadores para que os jogadores tenham motivação para jogar nas competições”.

Benvindo Leston conclui dizendo que na próxima semana, a ARFSV vai se reunir com os responsáveis das equipas de formação, de Sub 15 e 17 para delinearem o início da nova época desportiva que deverá arrancar em finais de Janeiro de 2013. Questionado sobre o futebol feminino, o nosso entrevistado diz que o campeonato está previsto para início de Fevereiro a ser patrocinado pela agência funerária Freitas e Fortes.

  1. Carlos Silva - Ralão

    A maioria das pessoas que vai a Fontinha, não quer pagar o bilhete, aliás dar uma contribuição de 100 escudos, porque argumentam sempre de que são dirigentes, jogadores, foram ex jogadores, ex dirigentes, etc… Tenho cartão de dirigente e sempre pago, aliás dou a contribuição de 100 escudos. Muitas vezes aqueles que não pagam, são os que vão lá ofender jogadores, juizes, torcedores, e pior ainda, destruir o trabalho de treinadores, que na maioria trabalham com jogadores com muitas carências.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.