Passageiros do navio de cruzeiro Marina visitaram sepultura de Cesária Évora

3/12/2012 23:20 - Modificado em 3/12/2012 23:20

O navio de cruzeiro Marina aportou no Porto Grande do Mindelo com 1200 turistas a bordo. Durante a sua estadia, os passageiros visitaram alguns pontos e espaços públicos na ilha de São Vicente, com destaque para uma parte dos excursionistas que visitou a sepultura da cantora Cesária Évora.

A ilha de São Vicente recebeu no sábado, 1 de Dezembro, mil e duzentos turistas que estavam a bordo do navio de cruzeiro Marina. O navio da companhia Oceania Cruises atracou no Porto Grande por volta das 07h15 e os excursionistas tiveram cerca de oito horas para conhecer a ilha de São Vicente.

O NN apurou que os visitantes tiveram a oportunidade de visitar espaços no centro histórico e nas zonas do litoral. Por outro lado, à chegada, os turistas tiveram direito a uma recepção com o rufar de tambores e um passeio em direcção da Praça Dom Luís para participarem no evento “Cruzeiro na Baía, animação na Morada”.

O evento serviu para apresentar as potencialidades da ilha e foi realizado por alunos do 2º ano de Licenciatura em Turismo do Instituto Superior de Ciências Económicas e Empresariais que quiseram romper o marasmo que ocorre durante a estada de navios cruzeiros em São Vicente.

Excursão

O navio de cruzeiro Costa Fortuna fez escala em Tenerife, Canárias antes de aportar no Porto Grande do Mindelo, de onde rumou ao Brasil. Pelas informações colhidas a bordo do cruzeiro, os passageiros ficaram deliciados com a recepção feita pelos alunos do ISCEE.

O NN conversou com alguns visitantes sobre os desafios dessa viagem à ilha de São Vicente. O casal inglês, John e Jenny Carew vieram para aproveitar as condições atractivas da ilha. Segundo o casal, “estivemos em espaços de restauração no centro da cidade para apreciar a gastronomia da ilha. Por outro lado, quisemos estar mais perto do mar para aproveitar o sol e o brilho das águas nas praias da Baía das Gatas, Calhau e São Pedro e no final fomos ao Monte Verde para ter uma vista panorâmica da cidade”.

Por sua vez, o grupo de excursionistas franceses Camaraderie, veio a São Vicente para visitar a sepultura de Cesária Évora. Formado em 2007, este grupo com mais de 30 cidadãos aposta na valorização da música e, segundo o seu presidente Mathieu Gregory, “tivemos o privilégio de assistir a concertos de Cesária Évora em França. Quando nos disseram que esta era a sua terra natal fomos à sua sepultura para lhe prestar uma singela homenagem. Porque ficamos gratos pela forma como ela encantava as pessoas com a sua música ”.

Por outro lado, há quem tenha preferido falar dos espaços culturais por onde passou, como no caso do cidadão espanhol, Carlos Plaza e da brasileira, Melissa Rodrigues que estavam no Centro Cultural do Mindelo e no Centro Nacional de Artesanato e Design e ateliês de arte à procura de peças de artesanato. Já na réplica da Torre de Belém, alguns turistas aproveitaram a visita para conhecer parte da história do Mindelo e para avistar a baía do Porto Grande

 

  1. Dje Guebara

    Ês è que soncente curação de caboverde.A minha ilhinha do encanto a terra que me viu nascer que è sanvicente dos meus amores.

  2. marks

    excelente iniciativa dos Alunos, parabéns mesmo, quem sai a ganhar com isso, é são Vicente e Cabo Verde
    um obrigado

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.