Mindelo volta aos apagões : dois geradores do Lazareto avariados

3/12/2012 01:26 - Modificado em 3/12/2012 14:49

No sábado de madrugada os apagões voltaram à ilha de São Vicente. No princípio as culpas foram para o governo, pois constava que os cortes se deviam a falta de dinheiro para combustível, aliás ASemana online avança com esta explicação citando uma fonte da ELECTRA. Depois a brincar e a sério as culpas foram para o Ministro que tutela a ELECTRA Humberto Brito, que se encontrava em São Vicente a participar na IIª Cimeira Cabo Verde /Portugal. Isto, por que se  diz que onde o ministro está há um corte de “ energia teleguiado”. Mas, a ELECTRA através de um comunicado explicou os motivos: “a interrupção do fornecimento de energia eléctrica registada, na madrugada de sábado, dia 1 de Dezembro, e que se prolonga até ao momento, afectando diversas localidades da ilha, foi devido a avarias ocorridas nos dois grupos geradores da Central do Lazareto. Quanto aos motivos da avaria o comunicado esclarece: “Flutuações no sistema de produção eólica provocaram instabilidade na rede de distribuição de energia eléctrica, contribuindo para uma sequência de cortes de fornecimento de electricidade, não previstos “.

A empresa diz que as equipas técnicas estão a trabalhar de forma ininterrupta e  a desenvolver esforços com vista à normalização desta situação o mais brevemente possível.

Mas o NN sabe que a situação é grave, pois apenas os geradores da Matiota e parque eleólico estão a fornecer energia para rede. E mediante essa situação a ELECTRA começou a racionar a distribuição de energia com zonas a ficarem sem energia por mais de 13 horas.

corregido as 14.47 m

 

 

 

 

  1. fifi

    Sr Jornalista, onde lê-se ” Mas, a ELECTRA através de um comunicado explicou os motivos: “a interrupção do fornecimento de energia eléctrica registada, na madrugada de sábado, dia 1 de Novembro”..favor rectificar para 1 de Dezembro.
    Grato

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.