O combate de boxe com um campeão africano, que afinal era só um estudante

7/11/2018 21:25 - Modificado em 7/11/2018 21:25

O ‘campeão’ foi derrotado por KO aos 43 segundos do primeiro round. ‘Gabriel’ começou a participar em combates para ganhar algum dinheiro.

Recentemente, um combate de boxe em Henan, na China, gerou alguma controvérsia. O combate envolveu o herói local Shi Yanxi, um lutador shaolin de 51 anos de idade e, alegadamente, um campeão africano, o melhor pugilista da Tanzânia, chamado ‘Gabriel’ que teria um recorde de 14 vitórias e uma derrota.

Como o shangai.ist dá conta, o combate, que teve na assistência 30 mil pessoas, durou muito pouco tempo. Shi Yanxi derrotou ‘Gabriel’ em apenas 43 segundos com um KO.

Imediatamente a seguir ao combate, começou uma discussão entre internautas chineses quanto ao historial do pretenso campeão africano. Não tardaram a descobrir que o suposto melhor pugilista da Tanzânia era apenas um estudante da Universidade Aeroespacial de Shenyang. E ‘Gabriel’ foi forçado a admitir que não era um pugilista profissional.

Na realidade, explicou que aceitou participar em combates de boxe para ganhar algum dinheiro enquanto estudava na China. O seu registo não foi brilhante cinco derrotas e uma vitória.

Os organizadores do combate reconheceram as falhas no processo de seleção dos lutadores e prometeram evitar que um erro destes se repita no futuro.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.