Cruz Vermelha de Cabo Verde celebra 33 anos do voluntariado

21/10/2018 22:47 - Modificado em 21/10/2018 22:47
| Comentários fechados em Cruz Vermelha de Cabo Verde celebra 33 anos do voluntariado

Vinte de Outubro, é a data em que a Cruz Vermelha de Cabo Verde celebra a aceitação do voluntariado. Em comemoração aos 33 anos de ação solitária,  a referida instituição promoveu esta sexta-feira 19, uma cerimónia alusiva á data, que teve como ponto alto a entrega das chaves de uma viatura para assistência médica, renovação de protocolos e assinaturas de novos contratos com algumas instituições parceiras.

A viatura foi oferecida pela Associação Cabo-verdiana na Itália (Criolitá), através do seu presidente, o italiano Danoli e a representante em Cabo Verde, Maria Silva. De acordo com o Presidente da Cruz Vermelha local, João Paulo da Luz, com esta oferta vão poder dar uma melhor cobertura no que tange a assistência médica á população mais vulnerável, sobretudo aos idosos.

Quanto aos protocolos assinados, Da Luz salienta que tiveram a preocupação de renovar de algumas clausulas nos contratos com a Delegacia de Saúde de São Vicente e Hospital Batista de Sousa, pois conforme argumenta “as coisas mudam e é preciso acompanhar essas mudanças.”  Também rubricaram novas parcerias desta feita com a Criolitá e a Associação de Futebol de São Vicente, declara a mesma fonte, salientando que  a instituição encontra-se no momento no auge a nível de parcerias.

Questionado sobre o balanço que faz desses 33 anos do voluntariado em Cabo Verde, João Paulo da Luz responde que é positivo e afirma que houve um amadurecimento do sistema da referida instituição, fruto de um trabalho da equipa e dos parceiros da Cruz Vermelha. Acrescenta que contam atualmente com um numero considerável de voluntários em São Vicente, todavia salienta que é preciso investir ainda mais na capacitação desses socorristas, de forma a dar uma melhor cobertura no que diz respeito aos primeiros socorros, principalmente aos idosos e dificientes da ilha. “São desafios ainda a serem vencidos, mas esperamos continuar a contar com o apoio dos nossos parceiros nesta matéria”, frisou.

De acordo com a mesma fonte, desde o dia 1 de Outubro, mês do idoso e do voluntariado, a Cruz Vermelha tem realizado um leque variado de atividades de caracter social com destaque para a entrega de donativos alimentícios aos lares da terceira idade de Mindelo, oferta de um tanque de água de quase 4 toneladas à escola primaria do Lameirão. Juntamente com a delegação escolar, no âmbito do projeto, “Viva esperança.” E um intercâmbio de futebol entre a Cruz Vermelha e as Instituições parceiras. Nomeadamente o Hospital local, a Delegacia de Saúde, a Polícia Nacional, a TRANSCOR, os Bombeiros e as Forcas Armadas, em que este último sagrou-se vencedor.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.