Festival Oiá arranca hoje em São Vicente

19/10/2018 15:50 - Modificado em 19/10/2018 15:50
| Comentários fechados em Festival Oiá arranca hoje em São Vicente

Arrancou nesta sexta-feira, 19, de Outubro, em São Vicente a edição de 2018 da bienal de cinema que decorre até ao dia 28 deste mês. A cerimónia oficial de abertura do Festival “Oiá” decorreu na manhã desta sexta-feira, no Antigo Liceu Jorge Barbosa, presidida por Tambla Almeida um dos organizadores do evento.

A programação contempla primeiramente o “Oiá Zona”, projecções que se mantêm até terça-feira, 23. De terça-feira até ao dia 28, data do encerramento desta edição, vai estar em vigor o “Oiá Baía”. Durante a realização do festival a organização tem previsto desenvolver actividades como apresentação de filmes nacionais, produções independentes, fóruns, reflexão, oficinas de formação, moda, pintura, fotografia, música, entre outras.

De acordo com Tambla Almeida as ideias fulcrais do festival Oiá 2018 estão ligadas ao tema deste ano que é «Memória como Projecto de Futuro», que é pegar um pouco dos valores, muitos aspectos patrimoniais e poder projectá-los para se tornarem numa mais-valia. “Para podermos construir novas mensagens e novos projectos a nível não só do audiovisual, mas também para poder servir toda a comunidade”.

Um dos focos principais do festival deste ano, vai ser a homenagem ao grupo teatral de Santo Antão, Juventude em Marcha. Segundo Tambla esta homenagem vem na sequência dos muitos telefilmes desenvolvidos pelo grupo ao longo dos anos. Vamos homenagear o Grupo Juventude em Marcha porque há muitos anos que tem vindo a trabalhar no teatro mas depois começaram a trabalhar outros recitais, mais próximos da nossa realidade como telefilmes, e eles conseguiram realizar um conjunto de telefilmes que influenciaram muitas gerações. E este ano por mais incrível que pareça eles continuaram com mais uma peça, “Canjana” e nós achamos que este seria o melhor momento de homenagea-los pelo trabalho que teem feito, não só no teatro onde são mais conhecidos, mas também em telefilmes”.

Para o evento deste ano, segundo Tambla, foram convidados o Professor João Almeida, o Vereador da Câmara Municipal da Praia, António «Tobar». Também os realizadores Nenass Almeida, Nuno Miranda, Mário Benvindo Cabral, Presidente Associação de Cinema e Audiovisual de Cabo Verde. Participam também convidados internacionais vindos da Holanda. Tambla assegura que as associações locais são também os grandes parceiros do festival e que o viabilizam quando falta algum recurso material. “o Festival deste ano vai ser mais um momento de aprendizado” arremata o organizador.

Acerca do orçamento deste ano o organizador afirma que anda á volta dos 6 mil contos. Como não conseguiram chegar próximos desses números resolveram fazer o festival com outros recursos.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.