Paulo Veiga “o concurso foi transparente, mas todos temos direito de recorrer”

17/10/2018 23:46 - Modificado em 17/10/2018 23:46

 Paulo Veiga , secretário de Estado para a Economia Marítima , não tem dúvidas sobre “ a transparência e legalidade  no concurso internacional de transporte inter-ilhas”. Mas, perante a reclamação de armadores  nacionais que alegam irregularidades e ameaçam impugnar o concurso junto das instâncias judiciais , considera  que

 “É um direito deles, estamos num estado democrático, todos temos direito de recorrer às instituições que acharmos convenientes para garantir os direitos que pensamos ter. Do nosso ponto de vista não há nenhuma inconstitucionalidade ou irregularidade no concurso”. Reafirma  que o concurso foi transparente, que as reclamações dos armadores já foram analisadas e as decisões tomadas”.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.