Jorge Carlos Fonseca defende mudança nos critérios de incentivo às instituições de Ensino Superior

16/10/2018 23:55 - Modificado em 16/10/2018 23:55

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, defendeu hoje uma mudança de critérios para o incentivo do Estado às instituições de Ensino Superior em Cabo Verde, para que o mesmo não leve em consideração apenas a Universidade Pública.

Jorge Carlos Fonseca fez tais declarações à Inforpress no final de um programa de visitas às instituições de Ensino Superior sediadas na Cidade da Praia.

Segundo o Presidente da República, o Estado subvenciona cerca de 34% das despesas por cada aluno da Universidade de Cabo Verde (UNICV), enquanto as privadas estão excluídas deste incentivo.

“São informações que tenho e, depois, troco impressões com o Governo, porque eu creio que o critério essencial para o incentivo do Estado não dever apenas o do público e do privado”, disse o Chefe de Estado, completando que “as universidades privadas também prestam serviço público para o país”.

Para o Presidente da República, a qualidade do serviço público deve ser também elemento e critério para a intervenção do Estado num sector que é “vital para o desenvolvimento de Cabo Verde”.

Jorge Carlos Fonseca esteve hoje de manhã na UNICV, depois seguiu para Instituto Superior de Ciências Jurídicas e Sociais e terminou a visita na Universidade Jean Piaget de Cabo Verde.

No encontro com os responsáveis das instituições de Ensino Superior, Jorge Carlos Fonseca abordou questões relacionadas com as dificuldades, o estado das instituições no domínio do ensino graduado, das pós-graduações, das possibilidades de investigação, das suas relações com o Estado e os problemas de financiamento do Ensino Superior, dentre outros.

Inforpress

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.