Lançada oficialmente em São Vicente a Campanha sobre a prevenção contra o abuso e a exploração sexual de crianças

16/10/2018 14:21 - Modificado em 16/10/2018 14:21

O Delegado do ICCA de São Vicente, Jandir Oliveira, presidiu esta terça-feira, 16, de Outubro, no Centro Juvenil Nhô Djunga, ao lançamento da Campanha sobre a prevenção contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes, coordenada pela Associação de Crianças Desfavorecidas (ACRIDES).

Durante a secção de abertura do lançamento da Campanha sob o lema “Basta de violência contra crianças e adolescentes” o delegado do ICCA em São Vicente enalteceu que a campanha enquadra-se dentro de um projeto de reforço das capacidades de prevenção e combate contra o abuso sexual de crianças que é desenvolvido numa parceria entre o ICCA e a ACRIDES (Associações de Crianças Desfavorecidas) e que teve início no dia 02 de Outubro, na cidade da Praia.

“Esta campanha visa despertar na população cabo-verdiana a consciência de que esta é uma causa de todos nós. Para lembrar que a violência sexual é crime e que todos nós, a sociedade civil de uma forma geral, devemos estar atentos e denunciar qualquer ato que tenhamos conhecimento, ou que possamos vir a ter conhecimento. Portanto é importante estar atento e é importante também denunciar aquela que é uma das piores formas de violência contra crianças e adolescentes que é o abuso e a exploração sexual ”, sustenta o delegado do ICCA, frisando que esta campanha irá ser lancada em todos os municípios, durante o período de um ano, mas que decorrerá num período mais intensivo de Outubro a Dezembro.

Em declarações ao NN o delegado do ICCA, sustentou que até à data tiveram conhecimento de 17 casos de denúncia de abusos sexuais contra crianças e adolescentes em São Vicente, sendo que no ano 2017, foram registados 25 casos, atendidos pela delegação do ICCA em São Vicente.

“Se compararmos o primeiro semestre do ano passado com o deste ano verificamos uma ligeira diminuição” avança Jandir Oliveira, vincando que esta campanha vem essencialmente para mostrar à sociedade civil que esta é uma causa de todos, e por isso todos têm de estar atentos e denunciar. “Esta é uma das piores violências que pode existir contra uma criança, porque as sequelas ficam para toda a vida, e muitas vezes têm consequências drásticas” concluiu Jandir Oliveira.

O ato oficial de abertura da campanha, aqui em São Vicente, contou com a presença da Vereadora da Câmara Municipal de São Vicente Lídia Lima, a Presidente da Assembleia Municipal, Fernanda Vieira e a Coordenadora interina da Rede Local de Prevenção e Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Menores em São Vicente, Elizabete Alves.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.