Deputado Municipal da Boavista detido por suspeita de envolvimento no assalto ao BCN da ilha conhece hoje a medida de coação

14/10/2018 15:33 - Modificado em 14/10/2018 15:33

O caso do assalto ao BCN da Boavista conheceu novos contornos após a prisão, fora de flagrante delito, de um Deputado Municipal do grupo independente BASTA. Sobre ele recaem suspeitas do furto de arma de guerra na Esquadra da PN da ilha e assalto ao balcão do BCN. O detido deverá conhecer ainda hoje as medidas de coacção.

Detido por ordem do Ministério Público, a Procuradoria-Geral da República, aponta que estão em causa “factos suscetíveis de indiciarem dois crimes de roubo (com violência sobre pessoa), um crime de furto qualificado de arma de fogo e um crime de disparo de arma de fogo”. O Tribunal da Comarca da Boavista depois de ouvir o detido durante o dia de ontem, deverá aplicar-lhe a medida de coacção no decorrer deste domingo.

De acordo com a Inforpress, a defesa do suspeito acredita que ao mesmo não deverá ser aplicada a medida de coacção mais gravosa – prisão preventiva. O detido cuja defesa está a cargo de um advogado disponibilizado pela Ordem dos Advogados de Cabo Verde e que o seu constituinte “não representa perigo de fuga nem condicionamento das provas”.

O caso mais mediático da ilha da Boavista conhece assim novos contornos. No entanto, no dia 29 do corrente mês os quatro arguidos do processo, já ouvidos pelo Tribunal, conhecerão a sentença do processo.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.