Thierry Graça com olhos postos na titularidade mas o foco está nos três pontos

12/10/2018 14:31 - Modificado em 12/10/2018 14:31

O guarda-redes da selecção nacional de futebol Thierry Graça, afirma que a equipa está “super motivada” para lutar pela vitória no jogo desta sexta-feira com a Tanzânia, no Estádio Nacional, em jogo de apuramento para o CAN 2019.

Em declarações ao NN o guarda-redes de 23 anos do Estoril Praia, de Portugal, que cumpre a sua quinta internacionalização, a terceira em jogos oficiais e a segunda de forma consecutiva, aponta que a selecção está com um “grupo perfeito” para atingir o objetivo frente a Tanzânia, que passa pela vitória, neste jogo relativo a terceira jornada do grupo L, enaltecendo ainda que o estado de espírito no seio da equipa é de “muita confiança”.

“Sentimento único na vida, sem explicação, entrar em campo com a camisola do nosso país. É como passar muito tempo longe dos teus pais e das tuas filhas, e no reencontro a aquela emoção que faz com que tu chores. É esse o sentimento que sinto, sempre que represento a selecção” assegura o jovem guardião.

Nesta partida com os Taifa Stars (Estrelas de Kilimanjaro) como é conhecida a selecção da Tanzânia, a baliza dos “Tubarões Azuis” vai estar a cargo de um jovem guarda-redes, isto após a não convocatória de Vozinha devido a lesão. Com 18 anos Elber Évora do Feyenoord da Holanda é o mais novo, seguido do guarda-redes Márcio Évora do Cova da Piedade de Portugal, com 20 anos. Uma oportunidade única para qualquer um destes três guardiões de agarrar a titularidade, nestes dois embates. Com 480 minutos já somados ao serviço do Estoril Praia, em jogos do campeonato da segunda liga portuguesa neste início de época, Graça assume que sempre foi um “sonho” ser titular na baliza de Cabo Verde. “Aos olhos de muitos esta é uma excelente oportunidade para agarrar a titularidade, mas no momento só penso nos três pontos para a nossa selecção. Depois do trabalho feito as oportunidades aparecem normalmente” revela o jovem guardião.

“Peço a todos os cabo-verdianos, que apoiem a nossa selecção, de uma forma ou de outra. Deixo aqui o meu apelo para irem ao estádio e apoiarem a selecção do início até ao fim do jogo. Não conseguimos nada sem o vosso apoio” concluiu Thierry Graça.

Quatro dias depois as duas selecções voltam a defrontar-se, desta feita em território tanzaniano e em jogo referente à quarta jornada.

O jogo desta sexta-feira tem o inicio marcado para as 16 horas e vai ser dirigido por uma equipa de arbitragem do Mali, chefiado pelo árbitro central Boubou Traore.

O Uganda lidera o grupo com quatro pontos, seguida da Tanzânia e do Lesoto, com os mesmos dois pontos, sendo que Cabo Verde somou apenas um ponto nas duas partidas já realizadas.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.