Número de mortes na Indonésia sobe para 1.234

2/10/2018 12:00 - Modificado em 2/10/2018 12:00

Autoridades indonésias fizeram novo balanço sobre o número de mortos causados pelo sismo seguido de Tsunami na Indonésia, avança a Reuters.

Subiu para 1.234 o numero de mortes causadas pelo sismo seguido de tsunami na Indonésia, revelou esta terça-feira o porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres da Indonésia, Sutopo Purwo Nugroho. Há ainda registo de pelo menos 799 feridos graves. O anterior balanço, recorde-se, dava conta de 844 mortos.

Entre as vítimas mortais, está um grupo de pelo menos 34 estudantes de teologia. Os jovens morreram dentro de uma igreja na ilha de Celebes, sendo que 52 estudantes ainda estão desaparecidos.

As autoridades acreditam que o número de mortos poderá aumentar nos próximos dias, uma vez que há “centenas de vítimas” soterradas na lama em Petobo.

Durante a madrugada desta terça-feira, o país voltou a ser atingido por dois sismos, de magnitudes 5,9 e 6.

Um sismo de magnitude 7.5 na escala de Richter na ilha de Sulawesi, na passada sexta-feira, levou a um tsunami que atingiu a cidade costeira de Palu

Os serviços de emergência continuam a procurar desaparecidos e a tentar prestar auxílio às populações atingidas pela catástrofe. No entanto, o tempo começa a escassear e as populações estão desesperadas por alimento, combustível e água.

Um avião de transporte militar retirou dezenas de pessoas de uma zona devastada pelo sismo e aterrou em Java Oriental. Muitas áreas atingidas pela catástrofe ainda não foram alcançadas pelos serviços de emergência.

Segundo os cálculos da ONU, mais de 191 mil pessoas na Indonésia precisam de ajuda humanitária urgente.

A Indonésia fica situada no chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma zona de grande atividade sísmica e vulcânica.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.