PAICV quer dar prioridade ao poder local

30/09/2018 23:40 - Modificado em 30/09/2018 23:40

A presidente do PAICV Janira Hopffer Almada, disse  que o partido quer priorizar o poder local, onde nunca ganhou umas eleições autárquicas, apesar de ter estado 15 anos no governo.

A líder partidária falava aos jornalistas na cidade da Praia, no dia em que arrancou o II Congresso dos Autarcas do PAICV, momento em que o partido inicia a sua agenda para as autárquicas de 2020 em Cabo Verde.

A reunião dos autarcas do PAICV acontece após o partido ter passado para a oposição governamental e de ter conquistado apenas duas das 22 câmaras nas eleições de 2016.

Janira Hopffer Almada lembrou que o partido nunca ganhou umas eleições autárquicas, apesar de ter estado 15 anos no poder, pelo que precisa de refletir e conhecer as razões desse resultado.

“Temos de saber o porquê. Será que o PAICV priorizou devidamente as eleições autárquicas? Será que houve uma verdadeira e atempada preparação?”, questionou, acrescentando: “Se não entendermos as razões desse insucesso, não poderemos trabalhar para as mitigar e, sobretudo, para responder de forma satisfatória às expectativas dos cidadãos, dos eleitores a nível dos municípios”.

Por isso, a líder partidária considerou que o congresso é um “momento muito importante” no qual o PAICV pretende trabalhar para fortalecer a sua posição.

“É importante que o PAICV assuma, mais uma vez, as suas responsabilidades, pelo seu percurso, pela história passada, mas também recente, e priorize o poder local, no sentido de dar a devida atenção às próximas eleições autárquicas”, sublinhou.

A líder do PAICV criticou ainda a atual maioria do Movimento da Democracia (MpD), considerando existir “sinais preocupantes” no exercício do poder político.

“Há uma verdadeira sanha política em que se pretende silenciar a oposição, em que se pretende ocupar todos espaços dos órgãos de soberania e das instituições da República, num claro totalitarismo e falta de equilíbrio”, reforçou.

O II Congresso dos Autarcas do PAICV aconteceu na Assembleia Nacional de Cabo Verde e terminou no domingo.

Em 2020, Cabo Verde vai realizar as suas oitavas eleições autárquicas com 29 anos de municipalismo, depois das de 1991, 1996, 2000, 2004, 2008, 2012 e 2016.

Lusa

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.