Cabo Verde consegue a sua primeira vitória nas Olimpíadas de Xadrez na Geórgia

27/09/2018 15:33 - Modificado em 27/09/2018 15:33

A equipa de Cabo Verde conseguiu alcançar a sua primeira vitória na 3ª ronda das Olimpíadas de Batumi que decorre na Geórgia, ao vencer 2,5-1,5 a equipa de Jersey, após as duas primeiras derrotas com Uruguai e Bolívia.

A vitória sobre Jersey, uma equipa teoricamente mais forte, segundo a Federação Cabo-verdiana de Xadrez, foi o resultado dos êxitos do xadrezista Luís Barros (vice-campeão nacional-mesa 3) tornando-se assim no primeiro cabo-verdiano a pontuar nestas olimpíadas. Também contribuíram para esta vitória Luís Fernandes (mesa 4) e, o empate de Eder Pereira (campeão nacional-mesa 2). António Monteiro (mesa 1) foi o único que perdeu.

“Esta vitória representa muito para Cabo Verde e para a Federação Cabo-verdiana de Xadrez que ganhou de forma brilhante, frente ao seu oponente e por ser esta a primeira vez que o nosso país está presente num Campeonato Mundial de Xadrez, onde participam cerca de 190 países” escreve a FCX.

A equipa nacional volta a entrar em cena nesta quinta-feira, 27, para a disputa da 4ª ronda, e terá como oponente o IBCA (Internacional Braille Chess Association), numa altura em que faltam ainda mais sete rondas para serem disputadas, neste evento que decorre de 23 a 07 de Outubro, em Batumi, Geórgia.

De realçar que, a delegação de Cabo Verde, que participa pela primeira vez numa grande prova internacional de Xadrez, é composta por Luís Barros, Luís de Pina Fernandes, António Monteiro, Eder Márcio e pelo Presidente da FCX, Francisco Manuel Carapinha.

  1. anselmo

    Minhas felicitações à Inédita Equipa Nacional de Xadrez, participada por mérito dos seus elementos. Força a todos vós, em especial aos amigos Francisco Carapinhas e Luis de Pina!

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.