Sal: PAICV lamenta reacção do MPD à questão do arranque do ano lectivo

27/09/2018 00:52 - Modificado em 27/09/2018 00:52
| Comentários fechados em Sal: PAICV lamenta reacção do MPD à questão do arranque do ano lectivo

O PAICV na ilha do Sal, pela voz da deputada Kátia Carvalho, acusou hoje o MPD de blasfemar o trabalho da oposição no que toca à análise do arranque do ano lectivo na ilha.

“O PAICV não mais fez que exercer a sua função no sistema democrático de fiscalizador das tarefas do Estado, esquece-se o MPD de que também já foi oposição e que um dia por força da alternância democrática também o voltará a ser”, reagiu a deputada Kátia Carvalho, em resposta àquilo que chamou “esquizofrénico”, imposto anteriormente pelo MPD.

Em conferência de imprensa realizada com o objectivo de responder a última conferência dada pelo MPD, ainda nesta semana, a deputada Kátia Carvalho alega estar em sintonia com a comunidade estudantil, nomeadamente os encarregados de educação.

“Nós temos verificado, um pouco por todo o país, que a situação denunciada pelo PAICV, ocorre em todas as ilhas e em todos os concelhos, portanto não se pode negar um facto sucessivo, é preciso, sim, assumir para melhorar”, explanou.

A deputada vai mais longe ao classificar a situação vivida no Sal como sendo um “reflexo” dos serviços centrais quanto à necessidade de planificação.

“Não é admissível que em Agosto se realizem conselhos de Ministério, com operações e medidas a serem implementadas em Setembro, portanto, dando lógica à confusão” , adiantou.

O PAICV no Sal alega que é preciso melhorar a especificidade da ilha, contextualizando o seu crescimento populacional, tendo deixado algumas questões a respeito do valor (80 mil contos) empregue para a obtenção do anexo à estrutura da escola Secundária Olavo Moniz.

“Estes valores anunciados vêm comprovar a necessidade de debruçarmos novamente neste processo, pois 14 salas de aula construídas com o material com o qual foram edificados, não podem custar 80 mil contos. Mais de cinco mil contos por cada sala de aula feita a razão,” rebateu a deputada Kátia Carvalho.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.