OGE: o país com cautelas e caldos de galinha por JMN

30/11/2012 23:18 - Modificado em 30/11/2012 23:25
| Comentários fechados em OGE: o país com cautelas e caldos de galinha por JMN

O Primeiro-ministro, José Maria Neves, não pintou um quadro cor-de-rosa do país durante a apresentação do Orçamento Geral de Estado para 2013.Mas também não aceitou o quadro negro pintado pelo líder da oposição.

 

JMN apresentou um país sujeito a cautelas e caldos de galinha , que nunca fizeram mal a ninguém . E no espírito dessa receita Neves pediu “contenção, responsabilidade, bom senso e compreensão a todos os cabo-verdianos, entendendo que só assim o país pode continuar a crescer e fazer face ao quadro  global desolador que atinge os principais parceiros”.

Lembrou que “não estamos sós no Mundo”. Por isso, defendeu que “a hora é de contenção e responsabilidade. O Estado vai poupar lá onde deve poupar”. Neves defende que mesmo num quadro de crise que atinge os principais parceiros de Cabo Verde, “o país vai continuar a crescer com estabilidade social e política até 2015”.

O PM diz que as medidas contidas no OGE “são de interesse público de todos os cabo-verdianos”. Defende o Orçamento dizendo que “é preciso cautela e medidas que amorteçam os impactos negativos que podem arrastar o país para uma situação de crise”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.