Ministra da Justiça : estamos a implementar soluções para o Cartório de São Vicente

25/09/2018 23:50 - Modificado em 25/09/2018 23:50

A ministra da Justiça, Janine Lélis, reconhece os constrangimentos no Cartório Notarial de São Vicente, mas garante que o Governo já resolveu alguns problemas e está em fase adianta da solução para resolver outros problemas. Realça que o governo não está parado como outros que durante  15 anos  deixaram o Cartório a funcionar  dentro da Repartição das Finanças, sem nenhuma condição. No mês  Dezembro foi garantida essa melhoria como a mudança para um edifício no Alto de S. Nicolau. Janine Lélis defende que  vai continuar a garantir a melhoria dos serviços, sem descurar as “necessidades reais para dar as melhores respostas em função daquilo que é a capacidade orçamental do Ministério e a necessidade da população de São Vicente”.

A resposta  de Janine Lélis surge do posicionamento da Comissão Política Regional do PAICV em São Vicente, segundo o qual a ilha necessita “urgentemente de um novo Cartório Notarial preferencialmente  localizada na zona sul da cidade do Mindelo”

Quanto ao pedido da criação de um novo Cartório Notarial, a ministra disse que neste momento estão a fazer a avaliação daquilo que é o volume de negócios e das pendências para poder tomar a decisão que se impuser. “Não podemos garantir que será a criação de um novo cartório, mas poderá passar por isso ou não, ou também pela afectação de um notário-adjunto”.

A Ministra anunciou  o recrutamento de cinco conservadores sendo que três deles estão na fase probatória e dois ainda estão a aguardar o processo da abertura do concurso e a previsão é que um deles  vai reforçar a ilha de São Vicente.

“Isso para dizer que nós estamos cientes dos desafios, mas que ao mesmo tempo estamos engajados na procura de soluções e na busca da melhor prestação”, realçou Janine Lélis.

  1. Maria José

    Vergonhoso o que se passa no meu país. Vendemos completamente a nossa soberania. Areas sensiveis todas nas maos dos estrangeiros. SOFA para os americanos, Transportes aerios para os espanhois, Passaporte e CNI para os portugueses, comercio de toda a espécie para os chines. Estamos lixados.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.