Nove mortos e nove feridos em ataque do grupo Boko Haram na Nigéria

20/09/2018 11:19 - Modificado em 20/09/2018 11:19

Nove pessoas morreram e outras nove ficaram feridas num ataque de alegados membros do grupo ‘jihadista’ Boko Haram em duas aldeias no nordeste da Nigéria, afirmou hoje uma milícia anti-jihadista.

Segundo a agência noticiosa France-Presse (AFP), os militantes chegaram numa carrinha e atacaram as localidades de Kalari Abdiye e Amarwa, a cerca de 20 quilómetros da capital do estado de Borno, Maiduguri, na noite de quarta-feira.

“Os homens armados, que claramente eram combatentes do Boko Haram, mataram nove pessoas e feriram outras nove”, referiu Ibrahim Liman, líder da milícia civil local comprometida com o exército contra o Boko Haram, em declarações à AFP.

Babakura Kolo, outro líder da milícia, explicou que o ataque às aldeias ocorreu por volta das 20:30 (a mesma hora em Lisboa) e que as pessoas estavam dentro das casas.

“Os aldeões assustados correram para fora, onde foram baleados às cegas”, afirmou.

Babakura Kolo acrescentou que as duas aldeias “foram completamente queimadas pelos atacantes”.

As duas aldeias ficam no distrito de Konduga, no estado de Borno, que foi atacado várias vezes durante a insurgência de nove anos do Boko Haram, que matou mais de 27 mil pessoas no nordeste da Nigéria, segundo os números da Organização das Nações Unidas (ONU).

Em dezembro, seis pessoas morreram num atentado suicida num mercado, em Amarwa, e dez morreram, em abril, quando duas bombistas atacaram a vila.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.