Melhor inclusão para melhor educação, assim abre o novo ano lectivo

17/09/2018 15:32 - Modificado em 17/09/2018 15:32
| Comentários fechados em Melhor inclusão para melhor educação, assim abre o novo ano lectivo

dig

A abertura oficial do ano lectivo em São Vicente arrancou com uma Feira de Educação, na Praça Dom Luís, que contou com a presença da Delegada de Educação da ilha, do Presidente da Câmara e representante do Governo.

A Delegada de Educação da ilha mostrou-se bastante satisfeita com os resultados alcançados a nível educativo, bem como a implementação de novas medidas para o ano lectivo que hoje se iniciou. Nas suas palavras, o Ministério da Educação “através das suas politícas de educação tem feito no sentido de promover os objectivos do desenvolvimento sustentável, este ano com particular incidência sobre a educação de qualidade, igualdade de género, indústria, inovação e infraestruturas”.

Para Maria Helena Andrade o objectivo a alcançar é uma educação de qualidade, que para além de todos os ganhos conseguidos neste sentido, passa também por tornar a educação cada vez mais inclusiva adoptando politícas concretas e de impacto para se conseguir o referido feito.

A mesma responsável lembrou que é importante, no entanto, desmistificar o conceito de uma educação inclusiva. É, como explica, mais que integrar os alunos com necessidades educativas especiais e crianças mais desfavorecidas, é sobretudo criar oportunidades para que todas as crianças possam participar plenamente das atividades da escola e a nível da classe a que pertencem. Torna-se evidente a complexidade e as exigências que isso impõe para realizar a diversos níveis do sistema educativo no sentido de promover uma educação para todos, com qualidade e numa escola inclusiva”.

E para que isso aconteça, todos são chamados à responsabilidade para fazer o melhor para que tal seja uma realidade.

Ademais, acrescentou Maria Helena Andrade, o ano lectivo anterior foi de mudança para que se materializasse a educação como um compromisso do presente para o futuro, com diversas implementações para a melhoria da qualidade do ensino.

Para o Presidente da Câmara Municipal de São Vicente, a edilidade tem-se engajado no desenvolvimento e melhoria das condições de educação da ilha e em conjunto com as associações e o Ministério da Educação têm trabalhado diversos projectos em conjunto.

Uma boa parte do orçamento, afirma, está voltado para a educação, para a rede de jardins-de-infância que estão a cargo da Câmara Municipal e do Ministério da Educação. “Fez-se, nos últimos dois anos, muita coisa para promover a educação na ilha.

Em Cabo Verde arrancaram as aulas em todas as ilhas, sintetizou o edil, que no seu entender, é um feito enorme, que anualmente acontece com a dedicação de todos os envolvidos que trabalham para que exista uma melhor qualidade de ensino, entre elas, fornecer os alunos as melhores condições para poderem continuar com todo este processo que futuramente se irá reflectir no desenvolvimento do nosso país.

Realça ainda que em São Vicente, hoje, há um engajamento enorme das associações locais, que em parceria com a câmara, na recuperação das escolas, no sentido de poder proporcionar aos professores, alunos, gestores melhores condições.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.