Erdogan e Putin encontram-se na segunda-feira para falar sobre Síria

14/09/2018 09:35 - Modificado em 14/09/2018 09:35

Os presidentes turco, Recep Tayyip Erdogan, e russo, Vladimir Putin, vão encontrar-se, na segunda-feira, para falar sobre a Síria, indicaram hoje responsáveis turcos, numa altura em que Ancara procura alcançar um cessar-fogo na província rebelde de Idleb.

“O Presidente Erdogan vai encontrar-se uma vez mais com o Presidente Putin na segunda-feira”, disse o ministro turco dos Negócios Estrangeiros, Mevlüt Cavusoglu.

Um alto responsável turco precisou, entretanto, que o encontro decorrerá na estação balnear russa de Sochi.

Os dois dirigentes encontraram-se na semana passada durante uma cimeira sobre a Síria organizada pelo homólogo iraniano Hassan Rohani, em Teerão.

Durante a cimeira, Erdogan tentou, sem sucesso, convencer os dois homólogos a declarar um cessar-fogo na província de Idleb, onde as forças do regime de Damasco, apoiadas por Moscovo e Teerão, davam mostras de preparar uma ofensiva no terreno.

A região de Idleb é o último bastião da oposição armada ao presidente Bashar al-Assad, onde o grupo jihadista Hayat Tahrir al-Sham (HTS), antiga fação da Al-Qaida na Síria, controla 60% do território.

“Estamos prontos para colaborar com todos no combate às organizações terroristas [em Idleb], mas, matar sem discriminação civis, crianças e mulheres sob o pretexto de combater uma organização terrorista, não é humano”, disse Cavusoglu.

A Turquia, que apoia os rebeldes, teme que uma ofensiva de grande dimensão contra Idleb, região com quem faz fronteira, possa provocar um novo afluxo de refugiados ao seu território.

Cerca de três milhões de pessoas, metade das quais deslocadas de outras regiões da Síria, vivem na região de Idleb, segundo as Nações Unidas.

Fonte: Notícias ao Minuto

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.