Alibaba e fundo de investimento russo criam empresa de comércio eletrónico

12/09/2018 12:13 - Modificado em 12/09/2018 12:13

A Alibaba, o Fundo de Investimento Direto da Rússia e os MegaFon e Mail.Ru anunciaram a criação de uma empresa de comércio eletrónico.

O gigante chinês do comércio eletrónico Alibaba, o Fundo de Investimento Direto da Rússia (acrónimo em inglês RFPI) e os operadores de telecomunicações russos MegaFon e Mail.Ru anunciaram hoje a criação de uma empresa de comércio eletrónico. Num comunicado conjunto, as empresas explicaram que a plataforma de “comércio social” vai operar na Rússia e na Comunidade de Estados Independentes (CEI).

A nova empresa vai aproveitar a plataforma que Alibaba já tem na Rússia, a AliExpress Rússia. Os diferentes parceiros vão injetar novo capital na empresa conjunta, trarão ativos estratégicos, recursos e conhecimento, esclareceram as empresas. O Alibaba vai levar a AliExpress Rússia para a nova empresa, isto é, a sua plataforma global de comércio eletrónico, a Ali Express, e o negócio de ‘e-commerce’ entre as empresas e o consumidor final (B2C). O fundo de investimento da Rússia, por sua vez, além de injetar novo capital vai ficar com 13% da nova empresa, passa a ser um investidor estratégico na AliExpress Rússia. A operadora MegaFon, por sua vez, venderá 10% do capital que possui na Mail.Ru à Alibaba em troca de uma posição acionista de 24% na AliExpress Rússia. Por último, a Mail.Ru irá contribuir para a nova empresa conjunta com o seu negócio de comércio eletrónico Pandao em troca de 15% no capital da AliExpress Rússia. Concluída a operação, a Alibaba deterá 48% do capital da AliExpress Rússia, a MEgaFon possuirá 24%, a Mail.Ru 15% e o RFPI 13%. A nova plataforma de comércio eletrónico operará em todos os segmentos de negócio do mercado, incluindo o transfronteiriço.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.